Biblioteca Florestal
Digital

Efeito de diferentes níveis de exploração e de tratamentos silviculturais sobre a dinâmica da floresta remanescente

Show simple item record

dc.contributor.author Azevedo, Celso Paulo de
dc.contributor.author Sanquetta, Carlos Roberto
dc.contributor.author Silva, José Natalino Macedo
dc.contributor.author Machado, Sebastião do Amaral
dc.date.accessioned 2015-11-04T16:46:01Z
dc.date.available 2015-11-04T16:46:01Z
dc.date.issued 2008-04
dc.identifier.citation AZEVEDO, C. P. et al. Efeito de diferentes níveis de exploração e de tratamentos silviculturais sobre a dinâmica da floresta remanescente. Floresta, Curitiba, v. 38, n. 2, p. 277-293, abr./jun. 2008. pt_BR
dc.identifier.issn 1982-4688
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/16082
dc.description.abstract Este estudo foi conduzido com dados do Projeto Bom Manejo (Embrapa/CIFOR/ITTO) – Manejo sustentável de florestas de produção em escala comercial na Amazônia brasileira, desenvolvido pela Embrapa Amazônia Oriental, em área da Companhia Florestal Monte Dourado (Jari), município de Vitória do Jari, Estado do Amapá. O delineamento é em blocos ao acaso, com três repetições. Apresenta-se uma avaliação da dinâmica da vegetação com dap ≥ 20 cm, submetida a três intensidades de exploração (corte de 15%, 25% e 35% do volume total das árvores com mais de 60 cm de dap), combinadas com quatro níveis de redução de área basal (0%, 30%, 50% e 70% da área basal original) por anelamento. Na área experimental, estão locadas 40 parcelas permanentes de 1 ha (36 exploradas e 4 não-exploradas). O povoamento foi medido em 1984, explorado em 1985 e remedido em 1986, 1988, 1990, 1994, 1996 e 2004. Concluiu-se que a exploração de impacto reduzido foi boa para a floresta, mas não, necessariamente, estimulou o crescimento, e deve levar a ciclos de corte maiores do que os recomendados trinta anos. pt_BR
dc.description.abstract This study was conducted with data from Projeto Bom Manejo (Embrapa/CIFOR/ITTO) - Sustainable management of production forests in commercial scale in the Brazilian Amazon, carried out by Embrapa Eastern Amazon in Monte Dourado Forest Company (Jari) area, Vitória do Jari, State of Amapá, Brazil. The experimental design was randomized blocks with three replications. An evaluation of the dynamics of the vegetation with DBH ≥ 20 cm is presented, under three logging intensities (extraction of 15%, 25% and 35%) of the total volume of trees with more than 60 cm of dbh were tested, followed of four levels of basal area reduction (0%, 30%, 50% and 70% of the original basal area). The forest development was monitored through 40 permanent sample plots of 1 ha each (36 logged and 4 unlogged). The plots were measured in 1984, logged in 1985 and remeasured in 1986, 1988, 1990, 1994, 1996 and 2004. The results showed that reduced impact logging was good for the forest, but not, necessarily, it stimulated the growth and it must take longer cutting cycles than the recommended thirty years. pt_BR
dc.format 17 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná pt_BR
dc.relation.ispartofseries Floresta:v.38,n.2;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Manejo de florestas inequiâneas pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura pt_BR
dc.title Efeito de diferentes níveis de exploração e de tratamentos silviculturais sobre a dinâmica da floresta remanescente pt_BR
dc.title Effect of different logging intensities and treatments on the dynamics of the remaining forest pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Floresta_v38_n2_p277-293_2008.pdf 295.9Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account