Biblioteca Florestal
Digital

Prediction of the modulus of elasticity of Eucalyptus grandis through two nondestructive techniques

Show simple item record

dc.contributor.author Cademartori, Pedro Henrique Gonzalez de
dc.contributor.author Missio, André Luiz
dc.contributor.author Gatto, Darci Alberto
dc.contributor.author Beltrame, Rafael
dc.date.accessioned 2015-11-03T11:21:40Z
dc.date.available 2015-11-03T11:21:40Z
dc.date.issued 2014-07
dc.identifier.citation CADEMARTORI, P. H. G. et al. Prediction of the modulus of elasticity of Eucalyptus grandis through two nondestructive techniques. Floresta e Ambiente, Rio de Janeiro, v. 21, n. 3, p. 369-375, jul./set. 2014. pt_BR
dc.identifier.issn 2179-8087
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/16045
dc.description.abstract The present study aimed to estimate the modulus of elasticity (MOE) at static bending of Rose gum (Eucalyptus grandis) heartwood and sapwood through two nondestructive techniques: ultrasound and stress wave. Sixty samples of heartwood and sapwood were prepared. Nondestructive tests were performed using ultrasound and stress wave timer equipment, while destructive tests were carried out in a universal machine through static bending tests. The main results showed that the heartwood presented better behavior than the sapwood in the non- destructive tests. However, the best model was obtained considering both wood types through the ultrasonic technique. Therefore, stress wave and ultrasonic techniques could be employed to estimate the modulus of elasticity of Rose gum wood. pt_BR
dc.description.abstract O presente estudo objetivou estimar o módulo de elasticidade à flexão estática da madeira de cerne e alburno de Eucalyptus grandis, por meio de duas técnicas não destrutivas: ultrassom e ondas de tensão. Para tal, 60 amostras de cerne e alburno foram preparadas. Os testes não destrutivos foram realizados por meio de um equipamento de ultrassom e um de ondas de tensão, enquanto que os testes destrutivos de flexão estática foram realizados em uma máquina universal de ensaios. Os principais resultados mostraram que a madeira de cerne apresentou melhor comportamento nos ensaios não destrutivos, quando comparada à madeira de alburno. No entanto, o melhor modelo matemático foi obtido considerando-se cerne e alburno, quando estes foram analisados por meio da técnica ultrassônica. Dessa maneira, concluiu-se, no presente estudo, que as técnicas de ondas de tensão e ultrassom podem ser empregadas com o intuito de estimar o módulo de elasticidade da madeira de Eucalyptus grandis. pt_BR
dc.format 7 páginas pt_BR
dc.language.iso en pt_BR
dc.publisher Instituto de Florestas, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro pt_BR
dc.relation.ispartofseries Floresta e Ambiente:v.21,n.3;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Propriedades físico-mecânicas da madeira pt_BR
dc.title Prediction of the modulus of elasticity of Eucalyptus grandis through two nondestructive techniques pt_BR
dc.title Predição do módulo de elasticidade de Eucalyptus grandis por meio de duas técnicas não destrutivas pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Florest ... e_v21_n3_p369-375_2014.pdf 2.110Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account