Biblioteca Florestal
Digital

Produtividade, estabilidade e adaptabilidade em progênies de Myracrodruon urundeuva F.F. & M.F. Allemão – Anacardiaceae

Show simple item record

dc.contributor.author Moraes, Marcela Aparecida de
dc.contributor.author Valério Filho, Walter Veriano
dc.contributor.author Resende, Marcos Deon Vilela
dc.contributor.author Silva, Alexandre Marques
dc.contributor.author Manoel, Ricardo de Oliveira
dc.contributor.author Freitas, Miguel Luiz Menezes
dc.contributor.author Moraes, Mario Luiz Teixeira de
dc.contributor.author Sebbenn, Alexandre Magno
dc.date.accessioned 2015-10-26T18:26:38Z
dc.date.available 2015-10-26T18:26:38Z
dc.date.issued 2012-03
dc.identifier.citation MORAES, M. A. et al. Produtividade, estabilidade e adaptabilidade em progênies de Myracrodruon urundeuva F.F. & M.F. Allemão – Anacardiaceae. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 40, n. 93, p. 069-076, mar. 2012. pt_BR
dc.identifier.issn 2318-1222
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/15892
dc.description.abstract A utilização de forma extrativista e inadequada dos recursos naturais vem restringindo a ocorrência da aroeira (Myracrodruon urundeuva F.F. & M.F. Allemão), constando, inclusive, na lista de espécies ameaçadas de extinção da FAO. Assim, a restrição da ocorrência, acarreta diminuição na base genética das populações de M. urundeuva, o que torna mais difícil encontrar genótipos com estabilidade e adaptabilidade para as diferentes condições de plantio. Dessa forma, o presente trabalho teve por objetivo estimar a variação genética e estudar a produtividade, estabilidade e adaptabilidade em progênies de uma população natural de M. urundeuva em diferentes sistemas de plantio. Para tanto, avaliou-se o DAP (diâmetro à altura do peito) em quatro testes de progênies de M. urundeuva: i) consorciada com Anandenanthera falcata e Guazuma ulmifolia (TP-AMA); ii) a pleno sol (TP-ASO); iii) ,em consórcio com culturas anuais (TP-SAF) e iv) consorciada com Corymbia citriodora (TP-EUCA), instalados em Selvíria, MS. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com três repetições e número variável de plantas por parcela em cada um dos quatro sistemas de plantio. A partir da análise conjunta dos sistemas de plantio estudados, verificou-se que: i) houve variação entre os sistemas de plantio com destaque para o TP-SAF; ii) apenas no TP-EUCA foi possível detectar variação entre as progênies; iii) os efeitos da interação genótipo x ambiente não foram significativos. A média harmônica dos valores genotípicos (MHVG), o desempenho relativo dos valores genotípicos em relação à média de cada local (PRVG) e a média harmônica do desempenho relativo dos valores genotípicos (MHPRVG) para o caráter DAP evidenciaram, respectivamente, as progênies com maior estabilidade, adaptabilidade, e estabilidade e adaptabilidade simultaneamente nos diferentes sistemas de plantio. Assim, a utilização destes critérios de seleção proporcionou um refinamento a mais na seleção das melhores progênies de M. urundeuva nos diferentes sistemas de plantios estudados. pt_BR
dc.description.abstract The use and inadequate exploitation of natural resources is restricting the occurrence of aroeira (Myracrodruon urundeuva F.F. & M.F. Allemão), which now is on the FAO list of endangered species. This exploitation causes a decrease in the genetic base of M. urundeuva populations, which makes it difficult to find genotypes with stability and adaptability to different growing conditions. This study aimed at estimating the genetic variation and productivity, stability and adaptability of progenies of a M. urundeuva natural population, from the Ecological Station of Paulo de Faria – SP, under different planting systems. DBH (diameter at breast height) was evaluated in four progeny tests of M. urundeuva: i) planted with Anandenanthera falcata and Guazuma ulmifolia (TP-AMA); ii) single (TP-ASO); iii) planted with annual crops (TP-SAF) and iv) planted with Corymbia citriodora (TP-EUCA), installed in Selvíria-MS. The experimental design consisted of complete randomized blocks with three replications and a variable number of plants per plot in each of the valofour planting systems. From the joint analysis of the planting systems studied, it was found that: i) there were variations among planting systems particularly in TP-SAF; ii) only in TP-EUCA it was possible to detect variations among the progenies; iii) the effects of the genotype x environment interaction were not significant. Thereby, the harmonic mean of genotypic values (MHVG), the relative performance of genotypic values from the mean of each site (PRVG) and the harmonic mean of the relative performance of genotypic values (MHPRVG) for DBH showed, respectively: progenies with greater stability, adaptability, and stability and simultaneous adaptability within different planting systems. The use of these selection criteria provided a more refined selection of the best progenies of M. urundeuva under the different planting systems studied. pt_BR
dc.format 8 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Scientia Forestalis:v.40,n.93;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Genética e melhoramento florestal pt_BR
dc.title Produtividade, estabilidade e adaptabilidade em progênies de Myracrodruon urundeuva F.F. & M.F. Allemão – Anacardiaceae pt_BR
dc.title Productive, stability and adaptability in progenies of Myracrodruon urundeuva F.F. & M.F. Allemão - Anacardiaceae pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Scientia_Forestalis_v40_n93_p69-76_2012.pdf 679.4Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account