Biblioteca Florestal
Digital

Conservação das florestas na bacia do alto Iguaçu, Paraná – avaliação da comunidade de epífitas vasculares em diferentes estágios serais

Show simple item record

dc.contributor.author Kersten, Rodrigo de Andrade
dc.contributor.author Kuniyoshi, Yoshiko Saito
dc.date.accessioned 2015-10-20T13:31:01Z
dc.date.available 2015-10-20T13:31:01Z
dc.date.issued 2009-01
dc.identifier.citation KERSTEN, R. A.; KUNIYOSHI, Y. S. Conservação das florestas na bacia do alto Iguaçu, Paraná – avaliação da comunidade de epífitas vasculares em diferentes estágios serais. Floresta, Curitiba, v. 39, n. 1, p. 51-66, jan./mar. 2009. pt_BR
dc.identifier.issn 1982-4688
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/15704
dc.description.abstract Com o intuito de avaliar o grau de conservação das florestas ribeirinhas da bacia do rio Iguaçu no Primeiro Planalto Paranaense, foi realizado o levantamento qualitativo de epífitas vasculares em oito estações de Floresta Ombrófila Mista nesse planalto, seis localizadas em planícies aluviais e duas em encostas. Para o levantamento quantitativo, foram consideradas duas seres, inicial e média, com 50 forófitos levantados em cada uma. Foi utilizada divisão da árvore em ‘zonas ecológicas’ e atribuição de notas relativas à abundância das espécies nesses intervalos. O valor de importância foi calculado sobre a frequência nos forófitos e a dominância. Foram observadas 114 espécies (duas exóticas) de epífitas vasculares distribuídas em 52 gêneros e 20 famílias. A riqueza florística nos sítios variou de 29 a 83 espécies. Duas espécies dominam o ambiente, Microgramma squamulosa e Pleopeltis pleopeltifolia, com valor de importância bem superior ao das demais. As florestas em estágio inicial de sucessão apresentaram menor riqueza florística e diversidade ecológica que as em estágio médio. O número de espécies sobre forófitos variou de dois a dezessete. Foram estabelecidos três grupos sucessionais de espécies epífitas: pioneiras, secundárias e avançadas. As florestas foram consideradas fortemente perturbadas. As estações de floresta de encosta foram mais ricas que as de planície, estando, aparentemente, mais conservadas. As estações mais ricas são também as florestas mais desenvolvidas e menos visitadas pela população, indicando que a manutenção de indivíduos arbóreos ajuda a manter a diversidade e a abundância da flora epífita. pt_BR
dc.description.abstract Aiming analyze the conservation of the riverside forest on the Iguaçu river basin Eigth areas (six on floodplains and two on hillsides) were surveyed for the vascular epiphyte checklist. On the floodplains sites 100 trees were selected for the structural survey on two succession stages (initial and medium). The trees were divided into three zones. Dominance was estimated in each zone by scores for each species. The importance index was calculated from the frequency on the trees and the dominance. We found 114 species (two aliens) on 52 genera and 20 families. On the sites we found from 29 to 83 species. Most of the species were chacteristic holoepiphytes (89%). Microgramma squamulosa and Pleopeltis pleopeltifolia were the most important species. On the host trees epiphyte species number varied from two to 17. The forest considered to be initial succession presented lower species and ecological diversity than the forests considered medium succession. Three successional categories were established (early, intermediate and late succession species). All the forests were considered highly disturbed. The hillside forests were more species-diverse than the floodplain and apparently are better conserved. The floristic composition and the structure were uniform along the area; the most diverse sites were also more developed and less people-visited indicating that the maintenance of old trees is important to the diversity of the epiphytic flora. pt_BR
dc.format 16 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná pt_BR
dc.relation.ispartofseries Floresta:v.39,n.1;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Manejo de bacias hidrográficas pt_BR
dc.title Conservação das florestas na bacia do alto Iguaçu, Paraná – avaliação da comunidade de epífitas vasculares em diferentes estágios serais pt_BR
dc.title Forest conservation on the Iguaçu river basin, Paraná – evaluation of the vascular epiphyte community in different seres pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Floresta_v39_n1_p51-66_2009.pdf 308.8Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account