Biblioteca Florestal
Digital

Teor de clorofila de seis espécies arbóreas sob influência da poeira de cimento

Show simple item record

dc.contributor.author Inoue, Mario Takao
dc.date.accessioned 2015-10-15T18:52:06Z
dc.date.available 2015-10-15T18:52:06Z
dc.date.issued 2010-04
dc.identifier.citation INOUE, M. T. Teor de clorofila de seis espécies arbóreas sob influência da poeira de cimento. Floresta, Curitiba, v. 40, n. 2, p. 457-464, abr./jun. 2010. pt_BR
dc.identifier.issn 1982-4688
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/15564
dc.description.abstract O objetivo deste estudo foi analisar o efeito das emissões de poeira de uma usina de cimento sobre o nível de clorofila de seis espécies arbóreas. Quantificou-se o teor de clorofila mensalmente, durante um ano, em árvores de dois locais distintos: um sob a influência da poeira de cimento e outro distante 50 km de tal tipo de emissão. Os pigmentos foram extraídos com dimetilsulfóxido, e a sua concentração medida por espectrometria. Araucaria angustifolia, Mimosa scabrella, Ocotea puberula e Schinus terebinthifolius apresentaram concentrações de clorofila mais elevadas no ambiente poluído do que no ambiente-controle, enquanto que Pinus taeda e Matayba elaeagnoides comportaram-se de modo inverso. No local poluído, valores mais elevados em Araucaria, Schinus e Ocotea foram observados durante o inverno, enquanto que Pinus, Mimosa e Matayba tiveram os picos de elevação em meados da primavera. No local livre da poluição, Araucaria e Mimosa mostraram valores uniformes durante todo o ano, enquanto que Ocotea e Matayba tiveram picos de elevação de clorofila em meados do outono e valores reduzidos no inverno. Schinus mostrou picos de depressão no sentido inverno-primavera, e Pinus apresentou picos de elevação na mesma direção. pt_BR
dc.description.abstract The present study aimed to analyse the effect of a cement plant emmissions of dust on chlorophyll content of six tree species. Chlorophyll content was evaluated monthly during a year on trees growing at two different places: one under the influence of cement dust and the other 50 km far from this type of emmission. Pigments were extracted with dimethylsulphoxide and its concentration measured by spectrometry. Araucaria angustifolia, Mimosa scabrella, Ocotea puberula and Schinus terebinthifolius showed higher chlorophyll concentration at polluted environment in comparison to control, while Pinus taeda and Matayba elaeagnoides performed the inverse manner. Under dust environment, the highest values in Araucaria, Schinus and Ocotea were observed during Winter, while Pinus, Mimosa and Matayba did reach peak values in middle Spring. At the control environment, Araucaria and Mimosa showed uniform values during entire year, while Ocotea and Matayba showed peaks in middle Autumn and decreased values in Winter. Schinus performed reduced values in direction Winter-Spring and Pinus presented level increase in the same direction. pt_BR
dc.format 8 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná pt_BR
dc.relation.ispartofseries Floresta:v.40,n.2;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Propagação e fisiologia de espécies florestais pt_BR
dc.title Teor de clorofila de seis espécies arbóreas sob influência da poeira de cimento pt_BR
dc.title Chlorophyll content of six tree species under influence of cement dust pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Floresta_v40_n2_p457-464_2010.pdf 89.45Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account