Biblioteca Florestal
Digital

Comparação das estruturas de continuidade espacial em quatro formações florestais do estado de São Paulo

Show simple item record

dc.contributor.author Oda-Souza, Melissa
dc.contributor.author Batista, João Luís Ferreira
dc.contributor.author Ribeiro Júnior, Paulo Justiniano
dc.contributor.author Rodrigues, Ricardo Ribeiro
dc.date.accessioned 2015-10-14T19:29:24Z
dc.date.available 2015-10-14T19:29:24Z
dc.date.issued 2010-07
dc.identifier.citation ODA-SOUZA, M. et al. Comparação das estruturas de continuidade espacial em quatro formações florestais do estado de São Paulo. Floresta, Curitiba, v. 40, n. 3, p. 515-522, jul./set. 2010. pt_BR
dc.identifier.issn 1982-4688
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/15528
dc.description.abstract A teoria clássica de amostragem aplicada a estudos ecológicos geralmente tem o objetivo de realizar inferência sobre os parâmetros de comunidades e populações. No entanto, muitas vezes o interesse é também o reconhecimento do padrão espacial das comunidades. Neste trabalho foram ajustados modelos que permitem comparar as estruturas espaciais de quatro parcelas permanentes instaladas em diferentes formações florestais do estado de São Paulo. Nessas quatro parcelas foram obtidos dados de área basal, biomassa e densidade para sub-parcelas de 20 × 20 m considerando todas as árvores da parcela, árvores localizadas no estrato inferior e médio (estrato sub-bosque) e árvores localizadas no estrato dossel e emergente (estrato dossel). O ajuste e a comparação das estruturas de continuidade espacial das quatro formações florestais foram realizadas por meio de modelagem geoestatística e a seleção de modelos pelo critério de informação de Akaike. Verificou-se que as estruturas de continuidade espacial são distintas entre estratos nas quatro formações, sendo mais visíveis no sub- bosque. Considerando as formações, verificou-se que as estruturas espaciais são diferentes, mais notáveis para a Savana e Ombrófila. pt_BR
dc.description.abstract The classical sampling theory applied to ecological studies generally aim to perform inference on the parameters of communities and populations. However, many times the interest is also the recognition of the community’s spatial pattern. In this study models were adjusted for comparing the spatial structures of four forest formations. Four permanent plots located in different forest formations in São Paulo State were used. Data of basal area, biomass and density were obtained from sub-plots of 20 × 20 m considering all the trees in the plot, trees located in the lower and intermediate strata (understory stratum) and trees located in the canopy and emerging strata (canopy layer). The adjustment and comparison of the structures of spatial continuity of the four forest formations were performed by means of a geostatistic model, and the selection of models by the Akaike information criterion. It was found that the structures of spatial continuity were distinct between the four forest formations strata, being most pronounced in the understory. Considering the forest formation it was found that the spatial structures were different, more pronounced for the Savanna and Dense Rain Forest. pt_BR
dc.format 8 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná pt_BR
dc.relation.ispartofseries Floresta:v.40,n.3;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Dendrometria e mensuração florestal pt_BR
dc.title Comparação das estruturas de continuidade espacial em quatro formações florestais do estado de São Paulo pt_BR
dc.title Spatial continuity structures comparison in four forest formation in the State of São Paulo, Brazil pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Floresta_v40_n3_p515-522_2010.pdf 113.5Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account