Biblioteca Florestal
Digital

Influência das condições meteorológicas e do método de empilhamento na qualidade da madeira serrada de Cupressus lusitanica Mill., submetida a secagem ao ar, em Lages – SC

Show simple item record

dc.contributor.author Brand, Martha Andreia
dc.contributor.author Cunha, Alexsandro Bayestorff da
dc.contributor.author Longo, Bruna Laís
dc.contributor.author Nones, Daniela Letícia
dc.contributor.author França, Morgana Cristina
dc.date.accessioned 2015-10-06T18:02:33Z
dc.date.available 2015-10-06T18:02:33Z
dc.date.issued 2014-09
dc.identifier.citation BRAND, M. A. et al. Influência das condições meteorológicas e do método de empilhamento na qualidade da madeira serrada de Cupressus lusitanica Mill., submetida a secagem ao ar, em Lages – SC. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 42, n. 103, p. 429-437, set. 2014. pt_BR
dc.identifier.issn 2318-1222
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/15366
dc.description.abstract Este trabalho teve como objetivo avaliar a influência das variáveis meteorológicas e do uso de três métodos de empilhamento (tradicional, triangular e quadrada) na qualidade da madeira de Cupressus lusitanica submetida à secagem natural, em Lages, SC. O material utilizado no estudo foi proveniente de plantios experimentais com 19 anos de idade localizados no município de Campo Belo do Sul, SC. O processo de análise da qualidade das tábuas teve início por meio da determinação do volume e da massa das peças. Em relação aos defeitos, foram utilizadas as normas NBR 12297 e NBR ISO 1030, realizando as análises pré e pós secagem. A secagem ao ar livre durou 42 dias, finalizando o processo com aproximadamente 17% de umidade. Todos os tipos de pilha apresentaram correlação significativa com as variáveis meteorológicas de temperatura (mínima, média e máxima). A secagem através do método de empilhamento triangular apresentou os melhores índices para todos os defeitos avaliados, superando os demais métodos apenas para arqueamento. Em relação aos empenamentos, o defeito que mais ocorreu foi o encurvamento. Já entre as rachaduras, a de topo foi a mais frequente. pt_BR
dc.description.abstract This study aimed to evaluate the wood quality of Cupressus lusitanica subjected to natural drying, according to three methods of stacking (tradicional, triangular and sqare). The material used in the study derived from experimental plantings 19 years old located in Campo Belo do Sul, SC, Brazil. The process of quality review boards began by determining the volume of parts and weigh the same. Regarding defects were used to NBR 12297 and ISO 1030, performing the analysis before and after drying. The air-drying was carried out in Lages and lasted 42 days, ending the process with approximately 17% humidity. All of the types of stack were significantly correlated with meteorological variables of temperature (minimum, average and maximum). Drying by the method of triangular stacking showed the highest rate for any defects evaluated, surpassing other methods only for bowing. Regarding warping, the defect occurred more frequently was bending. Among the cracks, the top was the most frequent. pt_BR
dc.format 9 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Scientia Forestalis:v.42,n.103;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Relações água-madeira e secagem pt_BR
dc.title Influência das condições meteorológicas e do método de empilhamento na qualidade da madeira serrada de Cupressus lusitanica Mill., submetida a secagem ao ar, em Lages – SC pt_BR
dc.title Influence of weather conditions and the type of stack in the quality of Cupressus lusitanica Mill. lumber, subjected to natural drying in Lages – SC pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Scientia_Forestalis_v42_n103_p429-437_2014.pdf 2.124Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account