Biblioteca Florestal
Digital

Influência da incorporação de celulose microfibrilada nas propriedades de resistência mecânicas do papel

Show simple item record

dc.contributor.author Potulski, Daniele Cristina
dc.contributor.author Muniz, Graciela Ines Bolzon de
dc.contributor.author Klock, Umberto
dc.contributor.author Andrade, Alan Sulato de
dc.date.accessioned 2015-10-06T17:55:39Z
dc.date.available 2015-10-06T17:55:39Z
dc.date.issued 2014-09
dc.identifier.citation POTULSKI, D. C. et al. Influência da incorporação de celulose microfibrilada nas propriedades de resistência mecânicas do papel. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 42, n. 103, p. 345-351, set. 2014. pt_BR
dc.identifier.issn 2318-1222
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/15365
dc.description.abstract A competitividade e o crescimento do setor de celulose e papel vêm fazendo com que as indústrias busquem maneiras de tornar seus processos industriais cada vez mais eficazes. Essa eficácia é conquistada com o desenvolvimento de novas tecnologias, como a nanotecnologia, por meio da utilização de celulose microfibrilada, que ao ser adicionada ao processo de formação do papel visa o incremento de suas propriedades mecânicas, principal objetivo dos produtores do setor papeleiro. Neste sentido, este estudo tem por objetivo avaliar o efeito da incorporação de celulose microfibrilada ao papel sobre as propriedades de resistência mecânica. A partir da polpa celulósica foram obtidas as microfibrilas que foram caracterizadas por meio da técnica de microscopia eletrônica. Foram confeccionados papéis com grau de refinação 15° e 25° e com adição 1% a 6% de celulose microfibrilada, que foram avaliados através da resistência mecânica a tração, ao rasgo e ao arrebentamento. A adição de celulose microfibrilada aumenta aproximadamente de 41 a 258% a resistência do papel sujeito aos esforços de tração, rasgo e arrebentamento, comprovando a sua significativa influência no aumento das propriedades de resistência mecânica do papel. pt_BR
dc.description.abstract The competitiveness and the pulp and paper sector growth have been causing industries to search for ways to make their industrial processes more effective. This effectiveness is achieved with the development of new technologies such as nanotechnology. The use of microfibrillated cellulose added to the paper formation process aims to increase mechanical properties, the main purpose of the paper industry manufacturers. This study aims to evaluate the effect of the incorporation of microfibrillated cellulose into paper on its mechanical properties. The microfibrillated cellulose from the traditional pulp was characterized by electron microscopy technique. The tensile index, burst index and tear index of the papers made with 15° and 25° Schopper-Riegler and adding of 1% up to 6% of microfibrillated cellulose were determined. The tensile index, burst index and tear index increased approximately 41-258% with microfibrillated cellulose addition, confirming a significant influence on the increase of the mechanical properties of the paper. pt_BR
dc.format 7 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Scientia Forestalis:v.42,n.103;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Tecnologia de celulose e papel pt_BR
dc.title Influência da incorporação de celulose microfibrilada nas propriedades de resistência mecânicas do papel pt_BR
dc.title The influence of incorporation of microfibrillated cellulose on mechanical strength properties of paper pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Scientia_Forestalis_v42_n103_p345-351_2014.pdf 1.467Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account