Biblioteca Florestal
Digital

Percepção de agricultores sobre sistemas agroflorestais para recomposição de reserva legal, em São Mateus, ES

Show simple item record

dc.contributor.advisor Oliveira Neto, Sílvio Nolasco de
dc.contributor.author Reis, Bruna Paolinelli
dc.date.accessioned 2015-08-24T18:23:34Z
dc.date.available 2015-08-24T18:23:34Z
dc.date.issued 2015-06-30
dc.identifier.citation REIS, B. P. Percepção de agricultores sobre sistemas agroflorestais para recomposição de reserva legal, em São Mateus, ES. 2015. 29 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/14946
dc.description Trabalho de Conclusão de Curso defendido na Universidade Federal de Viçosa pt_BR
dc.description.abstract O Novo Código Florestal Brasileiro apresenta novas diretrizes para a recomposição da vegetação de Áreas de Preservação Permanente (APP) e Reserva Legal (RL) desprovidas de vegetação, sendo nas RLs permitido o uso econômico sustentável através de Sistemas Agroflorestais (SAFs). A Fibria Celulose S.A. possui áreas de RL que necessitam de recomposição e, através do seu Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial (PDRT), trabalha com a perspectiva de adoção de SAFs como alternativa em parceria com comunidades do entorno das áreas de cultivo de eucalipto. O presente trabalho objetivou avaliar o conhecimento e caracterizar a percepção e o interesse de agricultores sobre o uso de SAF para recomposição de RL da Fibria, na região de São Mateus, ES. Foram entrevistados 20 agricultores, que residem na comunidade de São Geraldo em São Mateus, ES. Durante as entrevistas aplicou-se formulários abrangendo temas que tratam do perfil do agricultor, caracterização das propriedades rurais, conhecimento de agricultores sobre adequação ambiental e do interesse sobre a adoção de SAFs. Observou-se que a maioria dos agricultores não possui informações suficientes sobre SAFs e também da possibilidade de seu uso em RL, evidenciando a ausência de divulgação de informações a respeito da nova lei florestal e a tradição dos agricultores em cultivar no sistema de monocultivo. A maioria dos entrevistados (60%) demonstram interesse na adoção de SAF para recompor RL, no contexto do PDRT da Fibria, sendo consideradas possíveis vantagens a diversificação da renda (100%), conservação da água (70%), solo (15%) e biodiversidade (15%). Também foi possível identificar espécies de interesse dos agricultores para composição de SAFs em RL, considerando as sugestões da comunidade, a legislação ambiental e as condições apresentadas pelo PDRT da empresa. pt_BR
dc.format 29 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Viçosa pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Sistemas agroflorestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Política e legislação florestal pt_BR
dc.title Percepção de agricultores sobre sistemas agroflorestais para recomposição de reserva legal, em São Mateus, ES pt_BR
dc.type TCC pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Monografia_Bruna Paolinelli Reis.pdf 797.6Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account