Biblioteca Florestal
Digital

Avaliação da rugosidade superficial da madeira de Eucalyptus sp submetida ao fresamento periférico

Show simple item record

dc.contributor.author Lopes, Camila Santos Doubek
dc.contributor.author Nolasco, Adriana Maria
dc.contributor.author Tomazello Filho, Mário
dc.contributor.author Dias, Carlos Tadeu dos Santos
dc.date.accessioned 2015-08-19T18:07:18Z
dc.date.available 2015-08-19T18:07:18Z
dc.date.issued 2014
dc.identifier.citation LOPES, C. S. D. et al. Avaliação da rugosidade superficial da madeira de Eucalyptus sp submetida ao fresamento periférico. Cerne, Lavras, v. 20, n. 3, p. 471-476. 2014. pt_BR
dc.identifier.issn 0104-7760
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/14897
dc.description.abstract Conduziu-se este trabalho, com o objetivo de avaliar a qualidade de superfície usinada da madeira de três espécies de Eucalyptus sp, para a produção de produtos madeireiros. Para os ensaios, foram confeccionados e usinados 48 corpos de prova de madeira de cada espécie, nos tratamentos de usinagem em fresadora de eixo vertical, no sentido discordante, em sete velocidades. Na avaliação da qualidade da superfície dos corpos de prova de madeira, utilizou-se o rugosímetro marca Taylor Hobson modelo Surtronic 3+, utilizando o filtro 2CR, com comprimento de amostragem com 0,80 Ie ou ln (mm) e cut-off de 0,80 λc (mm). Os resultados indicaram que a madeira do E. urophylla apresentou a melhor qualidade de superfície com os menores valores de coeficiente de variação; a madeira do E. grandis mostrou-se intermediária e a do E. dunnii apresentou o pior desempenho e o maior valor de coeficiente de variação. Observou-se, também, que o desempenho dos tratamentos para a madeira das espécies de Eucalyptus sp mostrou relação da redução da velocidade de avanço da usinagem com a rugosidade superficial; melhor na de 3-4 m.min -1 e pior na de 22 m.min -1 . Constatou-se, também, que a qualidade da superfície da madeira usinada relacionou-se com a sua densidade e tipo de grã. pt_BR
dc.description.abstract This work evaluated the quality of roughness surface of 18 years-old Eucalyptus grandis, E. dunnii and E. urophylla trees wood, to produce prepared 48 furniture. For the laboratory essays samples/species were prepared in the machining treatments in milling machine of vertical axis, in the up milling direction, in seven cut speeds (3 to 22 m.min -1 ). In the evaluation of the surface quality of the wood samples it was used the surface profiling instrument Taylor Hobson model Surtronic 3+, using the filter 2CR, with sampling length of 0,80 Ie or ln (mm) and cut-off of 0,80 λc (mm). The results indicated that the E. urophylla wood presented the best surface quality and with the smallest values of variation coefficient; the E. grandis wood showed intermediate values and E. dunnii wood presented the worst performance, as well as the largest value of variation coefficient. It was observed, also, that the treatment effect for the three eucalyptus wood species was related with the machining speed; better in the 3-4 m.min -1 and worse in the 22 m.min -1 . The surface quality of the machined wood was related to its density, with the eucalyptus species of denser wood presenting the best quality of machined surface. pt_BR
dc.format 6 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Lavras pt_BR
dc.relation.ispartofseries Cerne:v.20,n.3;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Tratamento da madeira pt_BR
dc.title Avaliação da rugosidade superficial da madeira de Eucalyptus sp submetida ao fresamento periférico pt_BR
dc.title Evaluation of wood surface roughness of eucalypt species submitted to cutterhead rotation pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Cerne_v20_n3_p471-476_2014.pdf 284.8Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account