Biblioteca Florestal
Digital

Indicadores de sustentabilidade das plantações florestais

Show simple item record

dc.contributor.author Poggiani, Fábio
dc.contributor.author Stape, José Luiz
dc.contributor.author Gonçalves, José Leonardo de Moraes
dc.date.accessioned 2015-08-05T18:25:39Z
dc.date.available 2015-08-05T18:25:39Z
dc.date.issued 1998-04
dc.identifier.citation POGGIANI, F.; STAPE, J. L.; GONCALVES, J. L. M. Indicadores de sustentabilidade das plantações florestais. Piracicaba: IPEF. Série Técnica, v. 12, n. 31. 1998. 12p. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/14769
dc.description O conteúdo é apresentado em: As plantações florestais frente à sustentabilidade; As empresas florestais e o equilíbrio ambiental; Critérios e indicadores ambientais; Indicadores ambientais em áreas florestadas; A microbacia como área de abrangência para estudo dos indicadores; Indicadores climáticos regionais; Parcelas permanentes em talhões florestais; Variação dos indicadores ambientais ao longo do tempo; Uso do sensoriamento remoto na dinâmica das áreas florestadas; Referências bibliográficas. pt_BR
dc.description.abstract A sustentabilidade de uma floresta manejada ou de uma plantação florestal está fundamentada nas seguintes premissas básicas: manutenção e até aumento da produção de madeira, perpetuidade do equilíbrio dinâmico entre a entrada e saída de energia e nutrientes, conservação da capacidade de regeneração do ecossistema. Nesta apresentação, são enfocados os diversos fatores que influem na produtividade florestal, relacionando-os com os aspectos das variáveis ecológicas que afetam diretamente o crescimento das árvores e a dinâmica do ecossistema. Como ponto de partida, considera-se que todos os critérios quan- to à sustentabilidade, deveriam ser tomados em relação ao equilíbrio dinâmico da bacia hidrográfica onde a floresta plantada se localiza, visto que as entradas e saídas de energia e nutrientes podem ser mais facilmente quantificadas. Atendendo aos critérios de sustentabilidade são escolhidos então os parâmetros indicadores que serão usados no monitoramento das áreas florestadas através de uma rotina de observações e análises que deve ser estabelecida e repetida ao longo do tempo. Como principais indicadores podem ser mencionados: crescimento das árvores em altura, diâmetro e acúmulo de fitomassa, características da copa, densidade arbórea do povoamento, evolução da área basal, área foliar, água nas copas, macro e micronutrientes nas folhas, água no solo, matéria orgânica, fertilidade do solo e grau de compactação, produção de serapilheira e sua velocidade de decomposição, ataques de pragas, diversidade da vegetação do sub-bosque, produção e qualidade da água na bacia florestada etc. pt_BR
dc.format 12 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Instituto de Pesquisa e Estudos Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Série Técnica;31
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Manejo de florestas equiâneas pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Gestão ambiental pt_BR
dc.title Indicadores de sustentabilidade das plantações florestais pt_BR
dc.title.alternative Indicators for the sustainability of forest plantations pt_BR
dc.type Boletim Técnico pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
ipef-serie-tecnica-1998-v-12-n-31-p-33-44.pdf 181.9Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account