Biblioteca Florestal
Digital

Capacidade de brotação em subgêneros e espécies de Eucalyptus

Show simple item record

dc.contributor.author Higa, Rosana Clara Victoria
dc.contributor.author Sturion, José Alfredo
dc.date.accessioned 2015-07-31T18:34:40Z
dc.date.available 2015-07-31T18:34:40Z
dc.date.issued 1997-05
dc.identifier.citation HIGA, R. C. V.; STURION, J. A. Capacidade de brotação em subgêneros e espécies de Eucalyptus. Piracicaba: IPEF. Série Técnica, v. 11, n. 30. 1997. 8p. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/14735
dc.description O conteúdo é apresentado em: Introdução; Vegetação australiana; Divisão taxonômica da eucalipto; Principais aspectos ecológicos relacionados à brotação; Variação na capacidade de brotação do eucalipto; Conclusões; Referências bibliográficas. pt_BR
dc.description.abstract A maioria das espécies do gênero Eucalyptus e muitas outras espécies arbóreas rebrotam de suas cepas após serem cortadas, ou quando são afetadas por fogo, geadas, insetos etc. Esta é a principal fonte de regeneração nas florestas naturais de zonas áridas. O sistema de talhadia é a prática silvicultural mais antiga. Era utilizada pelos gregos e romanos e foi de grande importância na Europa durante longo período quando a ma- deira era a principal fonte de energia para a indústria (Jacobs, 1955). O regime de talhadia é usado na maioria dos plantios de eucalipto, mas é de pouca importância nas florestas naturais, porque as cepas deixadas são normalmente em peque- no número e muito velhas, e estas, freqüentemente não rebrotam. Provavelmente todos os eucaliptos que ocorrem em regiões áridas e a maioria das espécies que ocorrem em regi- ões úmidas, geralmente rebrotam bem, pelo menos enquanto são jovens , ou até com um diâmetro ao redor de 30 cm (Cremer et al., 1990). A rebrota depende da espécie, da idade da árvore, das condições ambientais e da época do ano em que o corte é efetuado. Este trabalho aborda alguns aspectos da rebrota entre espécies dentro de subgêneros. A capacidade de brotação de espécies de eucalipto é discutida em relação ao subgênero e aspectos ecológicos da distribuição natural. São observadas diferenças na capacidade de brotação tanto entre espécies como entre procedências de uma mesma espécie. Embora essa característica não seja conhecida para um grande número de espécies, a maioria das que tem apresentado problemas na brotação não pertencem ao subgênero Symphyomyrtus. pt_BR
dc.format 8 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Instituto de Pesquisa e Estudos Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Série Técnica;30
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Manejo de florestas equiâneas pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura pt_BR
dc.title Capacidade de brotação em subgêneros e espécies de Eucalyptus pt_BR
dc.type Boletim Técnico pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
ipef-serie-tecnica-1997-v-11-n-30-p-23-30.pdf 144.8Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account