Biblioteca Florestal
Digital

Utilização múltipla da madeira de Pinus caribaea var. hondurensis para produção de celulose kraft

Show simple item record

dc.contributor.author Silva Júnior, Francides Gomes da
dc.date.accessioned 2015-07-30T17:28:03Z
dc.date.available 2015-07-30T17:28:03Z
dc.date.issued 1993-08
dc.identifier.citation SILVA JUNIOR, F. G. Utilização múltipla da madeira de Pinus caribaea var. hondurensis para produção de celulose kraft. Piracicaba: IPEF. Série Técnica, v. 9, n. 27. 1993. 7p. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/14715
dc.description O conteúdo é apresentado em: Introdução; Materiais e métodos; Resultados; Conclusões; Referências bibliográficas. pt_BR
dc.description.abstract A crescente demanda por madeira e seus produtos, notadamente celulose para produção de papel, aliada à tendência mundial de conservação e preservação dos ecossistemas naturais lança um desafio à ciência florestal, o qual se constitui no aumento da produção industrial (madeira serrada, chapas e celulose) com o mínimo de impacto ao ambiente. Esse fato, associado aos aspectos econômicos que traz em seu bojo, tem levado as instituições ligadas ao setor florestal a realizarem pesquisas que permitam aumentar a produtividade das florestas implantadas, através de métodos de melhoramento genético e manejo silvicultural. Dentro desta mesma idéia, as indústrias que utilizam a madeira de reflorestamentos como matéria prima têm procurado alterar seus sistemas de produção de modo a aumentar o rendimento dos processos industriais. Ligando os estudos que vêm sendo realizados para melhorar a produtividade florestal e o rendimento industrial está a alternativa de uso múltiplo da madeira. No Brasil, dois gêneros se destacam como fontes de madeira para uso industrial: Pinus e Eucalyptus. As características tecnológicas e silviculturais da madeira de Pinus, bem como a introdução no Brasil de espécies tropicais (notada mente Pinus caribaea) têm promovido uma alternativa substancial na distribuição geográfica das florestas plantadas com este gênero. As áreas de plantio, antes restritas à região Sul, têm-se ampliado, atingindo as regiões Sudeste e Centro-Oeste e algumas áreas das regiões Norte e Nordeste. Em relação à utilização da madeira de Pinus, sabe-se que esta é matéria-prima fundamental para várias indústrias de celulose, laminação e serraria. As características morfológicas e anatômicas das árvores são específicas para cada tipo de emprego industrial, o que faz com que os métodos de manejo das florestas sejam diferentes, dificultando, assim, a utilização integral da árvore. Além disso, os processos industriais não aproveitam completamente a matéria-prima disponível. Neste trabalho, procuramos avaliar as características tecnológicas de resíduos de serraria e laminação de Pinus caribaea var. hondurensis frente ao processo kraft de produção de celulose. pt_BR
dc.format 7 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Instituto de Pesquisa e Estudos Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Série Técnica;27
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Tecnologia de celulose e papel pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Tecnologia da madeira e de produtos florestais pt_BR
dc.title Utilização múltipla da madeira de Pinus caribaea var. hondurensis para produção de celulose kraft pt_BR
dc.type Boletim Técnico pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
ipef-serie-tecnica-1993-v-9-n-27-p-56-62.pdf 101.4Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account