Biblioteca Florestal
Digital

Avaliação da germinação em diferentes temperaturas e substratos e morfologia do fruto, semente e plântula de Sebastiania brasiliensis

Show simple item record

dc.contributor.author Bassaco, Marcos Vinícius Martins
dc.contributor.author Nogueira, Antonio Carlos
dc.contributor.author Cosmo, Nelson Luiz
dc.date.accessioned 2015-07-10T18:07:51Z
dc.date.available 2015-07-10T18:07:51Z
dc.date.issued 2014-07
dc.identifier.citation BASSACO, M. V. M.; NOGUEIRA, A. C.; COSMO, N. L. Avaliação da germinação em diferentes temperaturas e substratos e morfologia do fruto, semente e plântula de Sebastiania brasiliensis. Floresta, Curitiba, v. 44, n. 3, p. 381-392, jul./set. 2014. pt_BR
dc.identifier.issn 1982-4688
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/14602
dc.description.abstract Em virtude da carência de trabalhos com sementes florestais nativas, este estudo objetivou conhecer as principais características morfológicas e germinativas de Sebastiania brasiliensis (Spreng.). Na descrição morfológica, foram observadas as características internas e externas dos frutos e sementes e o desenvolvimento inicial da plântula. Os testes de germinação foram realizados em dois substratos (areia e vermiculita) e sob três temperaturas (25°C, 30°C e 35°C). O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 3, com cinco repetições, calculando-se a porcentagem de germinação, o índice de velocidade de germinação (IVG) e o tempo médio. No estudo da morfologia, observou-se que os frutos são do tipo cápsula com três cocas (uma semente/coca). A semente é endospérmica, a testa é do tipo glabra, possuindo uma coloração marrom com pequenas manchas claras. O embrião é axial, foliáceo e espatulado. As plântulas têm desenvolvimento fanerocotiledonar, epígeo, com cotilédones foliáceos fotossintetizantes. Nos testes de germinação, as sementes submetidas à temperatura de 30°C e em vermiculita germinaram 86%, com IVG de 7,05 e melhor tempo médio de 3,39 na temperatura de 25°C em substrato vermiculita. Conclui-se que a temperatura de 30°C no substrato vermiculita propiciou a melhor germinação, e a morfologia indica características típicas para o gênero. pt_BR
dc.description.abstract Due the lack of surveys/researches regarding native forest seeds, this study aimed to identify the main morphological and germination features/patterns of Sebastiania brasiliensis (Spreng.). For the morphological description, it was observed the internal and external features of fruits and seeds and early seedling development. We tested germination in two substrates (sand and vermiculite) and three temperatures (25°C, 30°C and 35°C). The experimental design was completely randomized in a 2 x 3 factorial with five replications, aiming to calculate the percentage, rate index and average time of germination. The fruit is a capsule with three cokes (one seed per coke). The seed is endospermic; testa is glabrous, brown with small spots. The axial embryo is foliaceous and spatulate. Seedlings have phanerocotylar epigeal development with foliaceous photosynthetic cotyledons. Seeds planted in vermiculite under 30°C of temperature revealed the best germination (86%), and an IVG of 7.05; the best average time was 3.39 at 25°C in vermiculite. As conclusion, vermiculite with 30°C of temperature led to better germination, and the morphology indicates typical characteristics for the genus Sebastiania. pt_BR
dc.format 12 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná pt_BR
dc.relation.ispartofseries Floresta:v.44,n.3;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Propagação e fisiologia de espécies florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Sementes florestais pt_BR
dc.title Avaliação da germinação em diferentes temperaturas e substratos e morfologia do fruto, semente e plântula de Sebastiania brasiliensis pt_BR
dc.title Germination evaluation in distinct temperatures and substrates, and morphology of fruit, seed and seedling of Sebastiania brasiliensis pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Floresta_v44_n3_p381-392_2014.pdf 559.7Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account