Biblioteca Florestal
Digital

Avaliação da diversidade de espécies nativas produzidas nos viveiros florestais do estado do Rio de Janeiro

Show simple item record

dc.contributor.author Alonso, Jorge Makhlouta
dc.contributor.author Leles, Paulo Sérgio dos Santos
dc.contributor.author Silveira Filho, Telmo Borges
dc.contributor.author Mesquita, Carlos Alberto Bernardo
dc.contributor.author Pereira, Marcos Lima
dc.contributor.author Sales Junior, José Antônio Santana de
dc.contributor.author Alves, François Lopes
dc.contributor.author Silva, Carla de Oliveira da
dc.date.accessioned 2015-07-10T18:01:25Z
dc.date.available 2015-07-10T18:01:25Z
dc.date.issued 2014-07
dc.identifier.citation ALONSO, J. M. et al. Avaliação da diversidade de espécies nativas produzidas nos viveiros florestais do estado do Rio de Janeiro. Floresta, Curitiba, v. 44, n. 3, p. 369-380, jul./set. 2014. pt_BR
dc.identifier.issn 1982-4688
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/14600
dc.description.abstract O objetivo deste trabalho foi avaliar a diversidade de espécies florestais nativas produzidas nos viveiros do estado do Rio de Janeiro. O levantamento e diagnóstico foram realizados durante os meses de fevereiro, março e abril de 2010, sendo incluídos os viveiros que produziam mudas de espécies florestais da Mata Atlântica. O trabalho de campo consistiu em visitas a 70 viveiros florestais, nos quais foi requerida a lista das espécies produzidas e realizada entrevista com o responsável, sendo preenchido um questionário englobando diversos temas relacionados à produção de mudas. Foram observadas 277 espécies florestais nativas da Mata Atlântica sendo produzidas nos viveiros, que, em média, trabalham com 56 espécies nativas. A diversidade total de espécies florestais da Mata Atlântica produzidas nos viveiros do Estado do Rio de Janeiro é baixa, assim como a diversidade média, já que mais da metade dos viveiros trabalha com uma listagem de 50 ou menos espécies, número insuficiente considerando a diversidade de espécies florestais presentes nas diferentes formações vegetais do estado. pt_BR
dc.description.abstract The objective of this paper was to evaluate the diversity of native species produced by nurseries in the State of Rio de Janeiro. The diagnostic and survey were conducted during the months of February, March and April of the year 2010, the research included all nurseries that produced seedlings of Atlantic Forest species. The fieldwork consisted of visits to the 70 surveyed nurseries, in which a list of the species produced in the nursery was requested and the seedling production manager was interviewed, filling in a questionnaire covering various topics related to seedlings production. We observed 277 forest species native from the Atlantic Forest produced in the nurseries. In average, the nurseries produce 56 different native species. The total diversity of native species produced in the State of Rio de Janeiro is low, as well as the mean diversity, since more than half of the nurseries work with a list of 50 or fewer species, what is insufficient considering the diversity of forest species that occur in the different vegetation types of the state. pt_BR
dc.format 12 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná pt_BR
dc.relation.ispartofseries Floresta:v.44,n.3;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Propagação e fisiologia de espécies florestais pt_BR
dc.title Avaliação da diversidade de espécies nativas produzidas nos viveiros florestais do estado do Rio de Janeiro pt_BR
dc.title Assessment of diversity of native species produced in forest nurseries of Rio de Janeiro State pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Floresta_v44_n3_p369-380_2014.pdf 239.9Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account