Biblioteca Florestal
Digital

Diretrizes para a recuperação da cajucultura do Nordeste

Show simple item record

dc.contributor.author Parente, José Ismar Girão
dc.contributor.author Pessoa, Pedro Felizardo Adeodato de Paula
dc.contributor.author Namekata, Yoshio
dc.date.accessioned 2015-06-18T18:36:46Z
dc.date.available 2015-06-18T18:36:46Z
dc.date.issued 1991-03
dc.identifier.citation PARENTE, J. I. G.; PESSOA, P. F. A. P.; NAMEKATA, Y. Diretrizes para a recuperação da cajucultura do Nordeste. Fortaleza: Embrapa Agroindústria Tropical, Documentos, n. 04. 1991. 51 p. pt_BR
dc.identifier.issn 0103-5797
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/14228
dc.description Apresentação do conteúdo: 1 – Antecedentes; 2 – Alternativas de manejo; 3 – Custos de produção das alternativas de manejo; 4 - Diretrizes para a cajucultura; 5 – Conclusões e sugestões; 6 – Bibliografia. pt_BR
dc.description.abstract A cajucultura nordestina floresceu na década de 70, sustentada pela política de incentivos fiscais do governo federal, priorizando a expansão da agroindústria de processamento de castanha e a expansão da área cultivada com o cajueiro comum. Esta expansão se deu sem o plantio de sementes e mudas melhoradas de cajueiro-comum, o que resultou em pomares extremamente variáveis e improdutivos. Tudo isto, associado aos pequenos espaçamentos entre árvores é a ausência de preceptações regulares, vem contribuindo para as quebras de safras sucessivas, destacando-se a safra de 1990 como a mais fraca dos últimos anos, resultando em abandono de pomares e fechamento de fábricas de processamento de castanha, com graves consequências sociais. Após quase quatro anos de análise desta grave situação e de discussões com técnicos da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária do Ceará, Comissão Estadual de Planejamento Agrícola, Empresa de Pesquisa Agropecuária do Ceará, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará, Centro Nacional de Pesquisa de Cajú da EMBRAPA e Companhia de Produtos Alimentícios do Nordeste - COPAN, os autores apresentam a todos os segmentos envolvidos com a agroindústria do caju algumas diretrizes para recuperação da cajucultura nordestina. Merece destaque o fato de muitas tecnologias de manejo propostas já estarem sendo adotadas com sucesso pela COPAN. Entre as medidas agronômicas recomendadas destacam-se as "alternativas de manejo", eliminação seletiva de plantas atípicas e/ou improdutivas, recuperação de copa, extração da goma e renovação total do pomar por clones, especialmente os de cajueiro-anão-precoce. Entre as medidas econômicas sobressaem-se a "concessão de crédito para custeio e investimento em tecnologias inovadoras, como as citadas, bem como a sua vinculação ao uso de clones nas áreas a serem instaladas, e a prática de preços justos no mercado interno de castanha". Acreditamos que a adoção conjunta das medidas propostas, com a participação dos órgãos de pesquisa e extensão, bancos, produtores, industriais e exportadores de caju, contribuirá para a reversão do quadro atual e para a implementação de nova cajucultura no Nordeste. pt_BR
dc.format 51 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Embrapa Agroindústria Tropical pt_BR
dc.relation.ispartofseries Documentos;04
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Economia e otimização florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Tecnologia de produtos florestais não madeireiros pt_BR
dc.title Diretrizes para a recuperação da cajucultura do Nordeste pt_BR
dc.type Boletim Técnico pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Documentos_04.pdf 4.093Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account