Biblioteca Florestal
Digital

Parâmetros dendrométricos e resistência mecânica das árvores de clones de Eucalyptus em áreas sujeitas à ação dos ventos

Show simple item record

dc.contributor.author Braz, Rafael Leite
dc.contributor.author Oliveira, José Tarcísio da Silva
dc.contributor.author Rosado, Antônio Marcos
dc.contributor.author Vidaurre, Graziela Baptista
dc.contributor.author Paes, Juarez Benigno
dc.date.accessioned 2015-06-17T12:08:42Z
dc.date.available 2015-06-17T12:08:42Z
dc.date.issued 2014-10
dc.identifier.citation BRAZ, R. L. et al. Parâmetros dendrométricos e resistência mecânica das árvores de clones de Eucalyptus em áreas sujeitas à ação dos ventos. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 24, n. 4, p. 947-958, out./dez. 2014. pt_BR
dc.identifier.issn 0103-9954
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/14200
dc.description.abstract Este trabalho foi realizado com intuito de avaliar a resistência mecânica das árvores à quebra e sua relação com as características dendrométricas, a densidade básica e a flexão estática da madeira (Módulo de elasti- cidade -MOE, Módulo de ruptura - MOR e Trabalho absorvido), com a finalidade de selecionar clones mais tolerantes à ação dos ventos. A resistência mecânica das árvores à quebra foi determinada a partir da simu- lação do efeito do vento sobre as mesmas, obtendo-se a força necessária para quebra das árvores. Foram avaliados dez clones do híbrido Eucalyptus urophylla x Eucalyptus grandis com 30 e 35 meses de idade, nos plantios florestais em baixadas. A força média para quebrar as árvores foi de 79,00 kgf, na altura média de 2,99 m. A densidade média foi de 0,40 g/cm3. O MOE, MOR e Trabalho Absorvido nos ensaios de flexão estática foram iguais a 60965 kgf/cm2, 544 kgf/cm2 e 10 J, respectivamente. O clone CNB017 apresentou os melhores resultados nos teste de resistência das árvores à quebra e nos parâmetros físicos e mecânicos avaliados, sendo o mais indicado para as áreas mais susceptíveis à ação dos ventos. pt_BR
dc.description.abstract This work was developed in order to evaluate the mechanical breakage of trees and its relation to the den- drometric characteristics, the wood specific gravity and bending (MOE, MOR and work to maximum load) in order to select clones more tolerant to wind action. The mechanical resistance of the trees to break was determined by the simulation of the effect of wind on them, getting the strength to break the trees. Ten clo- nes of Eucalyptus urophylla x Eucalyptus grandis hybrid with 30 and 35 months in forest plantations in the lowlands were evaluated. The average force to break the trees was 79.00 kgf, the average height of 2.99 m. The average wood density was 0.40 g / cm3. MOE, MOR and work to maximum load in static bending tests were equal to 60,965 kgf / cm2, 544 kgf / cm2 and10 J, respectively. The CNB017 showed the best results in the resistance of trees to break test and in the physical and mechanical parameters evaluated, being considered the most suitable clone for the areas subjected to wind breakage of trees. pt_BR
dc.format 12 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Santa Maria pt_BR
dc.relation.ispartofseries Ciência Florestal:v.24,n.4;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Dendrometria e mensuração florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Propriedades físico-mecânicas da madeira pt_BR
dc.title Parâmetros dendrométricos e resistência mecânica das árvores de clones de Eucalyptus em áreas sujeitas à ação dos ventos pt_BR
dc.title Dendrometry parameters and mechanical resistance of Eucalyptus clone trees in areas subject to wind pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Ciencia Florestal_v24_n4_p947-958_2014.pdf 887.4Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account