Biblioteca Florestal
Digital

Diagnóstico e adequação ambiental de uma propriedade rural no município de Alegre, ES

Show simple item record

dc.contributor.advisor Kunz, Sustanis Horn
dc.contributor.author Alves, Ádila Aurich
dc.date.accessioned 2015-06-15T13:53:35Z
dc.date.available 2015-06-15T13:53:35Z
dc.date.issued 2014-07-10
dc.identifier.citation ALVES, A. A. Diagnóstico e adequação ambiental de uma propriedade rural no município de Alegre, ES. 2014. 44 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal), Universidade Federal do Espírito Santo, Jerônimo Monteiro. 2014. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/14148
dc.description Trabalho de Conclusão de Curso defendido na Universidade Federal do Espírito Santo pt_BR
dc.description.abstract A Mata Atlântica vem sofrendo intenso e contínuo processo de degradação de seus ecossistemas por intervenções antrópicas, e por isso ações de restauração florestal nestas áreas são necessárias para reverter este processo. Para tanto, é necessária a realização do diagnóstico da atual situação das áreas, sendo uma etapa fundamental no processo de adequação ambiental de propriedades, pois permite a identificação das áreas mais críticas quanto ao nível de degradação, e visa à diminuição dos impactos ambientais, auxiliando na recuperação de áreas degradadas. Neste contexto, o objetivo desse trabalho foi diagnosticar uma propriedade rural quanto às regularidades e irregularidades ambientais e propor ações para a restauração de áreas degradadas na propriedade. O estudo foi realizado no município de Alegre, Sul do estado do Espírito Santo, por meio da fotointerpretação da propriedade rural objetivando analisar o uso e ocupação da terra e a situação atual dessas áreas. Foram então propostas ações de restauração para as áreas necessitadas tais como: fazer o isolamento da área e eliminar os fatores de degradação, como o trânsito de animais domésticos bem como realizar a subsolagem com a finalidade de descompactar o solo e melhorar as características físicas do mesmo e proceder com adubação verde. Foram encontradas na propriedade Área de Preservação Permanente (APP) ao longo dos cursos d‟água com 2,54 ha da área total e de nascente com 0,44 ha, não sendo encontradas APP de topo de morro e declividade. Na APP de nascente foi indicada a condução da regeneração natural e introdução de elementos atrativos da fauna, para função de nucleação. Já na área ao longo dos cursos d‟água foi indicado implantar um sistema agroflorestal, visando benefícios ambientais e econômicos, condução da regeneração natural e enriquecimento da área com plantio de espécies frutíferas nativas e arbóreas. Deste modo concluiu-se que as Áreas de Preservação Permanente de nascente e ao longo dos cursos d'água foram as que apresentaram maiores indícios de degradação, estando irregulares com a legislação florestal vigente, e que as ações e medidas de restauração propostas farão com que o proprietário possa recuperar essas áreas e adequar à propriedade rural a legislação florestal. pt_BR
dc.format 44 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal do Espírito Santo pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Avaliação de impactos ambientais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Recuperação de áreas degradadas pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Fotogrametria e fotointerpretação florestal pt_BR
dc.title Diagnóstico e adequação ambiental de uma propriedade rural no município de Alegre, ES pt_BR
dc.type TCC pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
2014_Diagnóstic ... município-de-Alegre-ES.pdf 3.032Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account