Biblioteca Florestal
Digital

Diagnóstico da efetividade no cumprimento das medidas mitigatórias na vegetação em loteamento – estudo de caso

Show simple item record

dc.contributor.advisor Paula, Elizabeth Neire da Silva Oliveira de
dc.contributor.author Baptista Filho, Pedro dos Santos
dc.date.accessioned 2015-06-15T13:15:50Z
dc.date.available 2015-06-15T13:15:50Z
dc.date.issued 2013-08-22
dc.identifier.citation BAPTISTA FILHO, P. S. Diagnóstico da efetividade no cumprimento das medidas mitigatórias na vegetação em loteamento – estudo de caso. 2013. 30 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal), Universidade Federal do Espírito Santo, Jerônimo Monteiro. 2013. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/14146
dc.description Trabalho de Conclusão de Curso defendido na Universidade Federal do Espírito Santo pt_BR
dc.description.abstract Os impactos ambientais são alterações causadas por qualquer ação humana, podendo ser positivos ou negativos, para os quais, a avaliação deve se referir à identificação dos efeitos futuros de uma ação ocorrida no presente. Assim, o licenciamento ambiental é uma ferramenta exigida pelos órgãos ambientais para direcionar o gerenciamento ambiental dos empreendimentos. O presente trabalho trata-se de um estudo de caso, cujo intuito foi diagnosticar a efetividade no cumprimento das medidas mitigadoras sobre a vegetação de um empreendimento da construção civil no estado de São Paulo, separando e analisando os estudos relativos à vegetação, baseando-se na legislação em vigor e nas exigências dos órgãos ambientais fiscalizadores. Avaliou-se os impactos ambientais resultantes da atividade bem como as medidas mitigadoras relacionadas à vegetação e no atendimento as exigências legais. Como principais resultados observou-se que. Verificou-se que os impactos relacionados à vegetação para a implantação do empreendimento são: perda de cobertura vegetal, alteração da paisagem natural, alteração de habitats e exposição da fauna. Para mitigar esses impactos foi proposto como principais medidas mitigadoras a manutenção e enriquecimento da vegetação e segregação das áreas verdes, por meio de cercamento. Para implantação desse empreendimento foi autorizada a supressão de 3,576 ha de vegetação de diferentes tipologias em estagio sucessional inicial, umas das formas de mitigar o impacto da remoção da vegetação foi a recuperação da área degradada, tendo como área total a ser recuperada 18,989 ha.Os impactos relacionados a vegetação ficam evidenciados no Estudo de Impactos Ambientais desse empreendimento, dessa forma é essencial que o órgão fiscalizador exija as medidas mitigadoras e compensatórias cabíveis, forçando a empresa tornar efetiva as medidas adotadas para reduzir os impactos causados. pt_BR
dc.format 30 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal do Espírito Santo pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Avaliação de impactos ambientais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Gestão ambiental pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Licenciamento ambiental pt_BR
dc.title Diagnóstico da efetividade no cumprimento das medidas mitigatórias na vegetação em loteamento – estudo de caso pt_BR
dc.type TCC pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
2013_Cumpriment ... eamento-estudo-de-caso.pdf 720.8Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account