Biblioteca Florestal
Digital

Retroalimentação para gerenciamento de pesquisa e desenvolvimento na Embrapa Acre

Show simple item record

dc.contributor.author Campos, Ivandir Soares
dc.contributor.author Sá, Claudenor Pinho de
dc.date.accessioned 2015-06-11T14:07:06Z
dc.date.available 2015-06-11T14:07:06Z
dc.date.issued 1997-09
dc.identifier.citation CAMPOS, I. S.; SA, C. P. Retroalimentação para gerenciamento de pesquisa e desenvolvimento na Embrapa Acre. Rio Branco: Embrapa Acre, Documentos, n. 23. 1997. 23 p. pt_BR
dc.identifier.issn 0104-9046
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/14113
dc.description Apresentação do conteúdo: 1 - Introdução; 2 - Objetivo; 3 - Análise dos resultados; 4 - Conclusões. pt_BR
dc.description.abstract O gerenciamento de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) na Embrapa tem sido favorecido com a introdução do Sistema de Planejamento, Acompanhamento e Avaliação de Desempenho (SAAD) e a sensibilização dos empregados, principalmente dos pesquisadores, em relação ao aumento da produtividade com a qualidade esperada pelo cliente, usuário e beneficiário, no sentido do cumprimento da sua missão. O modelo de instituição sinônimo de desmando e descomprometimento com a coisa pública, existindo apenas para dar emprego, está fadado ao desaparecimento. A idéia de que “é do governo vamos acabar ”, não tem mais espaço nos dias de hoje. O órgão público que se vislumbra para os próximos anos tem que ser competitivo, produtivo, com missão, objetivo e metas bem definidos, e capacidade de captação de recursos para desenvolvimento dos seus programas e projetos, pois, do contrário, será substituído por outras organizações mais competentes e mais eficientes. É aquela velha mas atual situação: “quem não é competente não se estabelece”. Considerando o elevado volume de atribuições da chefia de P&D, que conta com um supervisor atuando, principalmente, na supervisão dos projetos especiais, substituindo essa chefia nas suas férias e eventuais ausências, como também colaborando em atividades emergenciais, definiu-se, para a Embrapa Acre, no ano de 1995, um esquema de reunião semanal, com duração de uma hora, para discutir os problemas e ouvir sugestões visando melhorar o desempenho da área de pesquisa. Este trabalho objetivou identificar os pontos positivos e negativos dos pesquisadores e da gerência da área de pesquisa e desenvolvimento da Embrapa Acre, elaborando-se um questionário com 19 itens, que foi distribuído para 23 pesquisadores presentes no Centro, no período de abril a maio/97. Infelizmente, há críticas aos processos e às formas de gerenciamento, mas não há qualquer sugestão para melhorá-los. Dois pesquisadores não responderam aos questionários, impossibilitando a chefia de P&D de discutir com eles as questões levantadas, na busca conjunta da melhoria do desempenho de ambas as partes. pt_BR
dc.format 23 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Embrapa Acre pt_BR
dc.relation.ispartofseries Documentos;23
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Administração e gestão florestal pt_BR
dc.title Retroalimentação para gerenciamento de pesquisa e desenvolvimento na Embrapa Acre pt_BR
dc.type Boletim Técnico pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Documentos_23.pdf 91.17Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account