Biblioteca Florestal
Digital

Prospecção de indutores de resistência para o manejo da vassoura-de-bruxa do cacaueiro

Show simple item record

dc.contributor.advisor Resende, Mário Lúcio Vilela de
dc.contributor.author Costa, João de Cássia do Bomfim
dc.date.accessioned 2015-06-03T19:42:18Z
dc.date.available 2015-06-03T19:42:18Z
dc.date.issued 2008-02-25
dc.identifier.citation COSTA, J. C. B. Prospecção de indutores de resistência para o manejo da vassoura-de-bruxa do cacaueiro. 2008. 86 f. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras. 2008. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/14034
dc.description Tese de Doutorado defendida na Universidade Federal de Lavras pt_BR
dc.description.abstract A vassoura-de-bruxa (VB) do cacaueiro, causada pelo fungo Crinipellis perniciosa (CP), é um dos principais problemas fitossanitários da cacauicultura mundial. O manejo integrado da doença preconiza o controle genético, cultural, químico e biológico. A aplicação de fungicidas naturais, à base de extratos vegetais, além do estudo da resistência induzida, constitui alternativa a ser avaliada neste patossistema. Este trabalho foi realizado com os objetivos de verificar o efeito de produtos naturais e sintéticos, além do efeito de doses e de épocas de aplicação de um produto composto à base de mananoligossacarídeo fosforilado (Agro-Mos ® - AM), na proteção de mudas de cacaueiro contra CP, bem como a toxidez direta deste produto sobre o patógeno e a caracterização de alguns mecanismos bioquímicos envolvidos na possível resposta de defesa da planta. Os extratos vegetais à base de folhas de café suscetível e resistente à ferrugem e à base de casca de fruto de cacau suscetível e resistente à VB não apresentaram efeito de proteção sobre as mudas de cacaueiro contra CP. O AM, por sua vez, apresentou redução da incidência da vassoura-de-bruxa semelhante à do Recop ® (oxicloreto de cobre), independente das doses testadas. A ineficiência de ação protetora do Agro-Mos ® Experimental (AME), formulação sem Cu ++ e Zn ++ , possivelmente, é ser atribuída à ausência dos componentes cobre e zinco na sua formulação. Não foram verificados efeitos de dose e época, mas o AM conferiu maior proteção às mudas de cacaueiro contra a VB, comparado ao ASM. O crescimento micelial de CP in vitro foi completamente inibido pelo AM e o Recop ® , nas doses de 3,6 a 7,0 mL L -1 de solução e 0,1 a 0,2 g L -1 , respectivamente. Em plantas tratadas com ASM, AM e AME, observou-se aumento da atividade de quitinases, -1,3-glucanases, peroxidases de guaiacol e oxidases de polifenóis, sem alteração do conteúdo de lignina solúvel e fenóis solúveis totais. A redução da incidência de doença provocada pelo AM, associada com o seu efeito tóxico in vitro e a ativação de algumas enzimas relacionadas às respostas de defesa da planta, evidencia que o AM, possivelmente, está atuando duplamente sobre o patógeno por meio de um efeito direto de proteção e pela ativação de mecanismos de indução de resistência. pt_BR
dc.description.abstract Cacao witches ́ broom (Theobroma cacao L.) caused by Crinipellis perniciosa is one of the main phytosanitary problems of cacao in the world. The disease integrated management advocates genetic, cultural, chemical and biological control. The application of natural fungicides, based on plant extracts, are alternatives to be evaluated in this patosystem, in addition to the study of induced resistance. This study was aimed at determining the effect of natural and synthetic products, in addition to the effect of doses and times of application of a phosphorilated manannoligosacharide compound (Agro-Mos ® ), in order to protect seedlings of cacao against C. perniciosa, and to evaluate the direct toxicity of this product on the pathogen as well as to characterize some biochemical mechanisms involved in the possible plant defense response. Plant extracts based on coffee leaves and bark of cacao fruit susceptible and resistant to witches’ broom, showed no effect on cacao seedlings protection against C. perniciosa. Agro-Mos ® , in turn, presented reduction in the incidence of witches’ broom, similarly to Recop ® (copper oxichoride), independent of tested doses. The inefficiency of the Experimental Agro-Mos ® protective action (formulation without Cu ++ and Zn ++ ), possibly can be attributed to the absence of copper and zinc components in its formulation. There were verified effects of dose and time, but Agro-Mos ® conferred greater protection for cacao seedlings against witches’ broom when compared to ASM. The mycelial growth of C. perniciosa in vitro was completely inhibited by Agro-Mos ® and Recop ® at doses of 3.6 to 7.0 mL L -1 solution, and 0.1 to 0.2 g L -1 , respectively. There was increased activity of chitinases, -1,3-glucanases, guaiacol peroxidases, polyphenol oxidases, without changes at the content of soluble lignin and total soluble phenolics in plants treated with ASM, Agro-Mos ® or Experimental Agro-Mos ® . The disease incidence reduction caused by Agro-Mos ® , associated with its in vitro toxic effect and the activation of some enzymes related to plant defense response, shows that Agro-Mos ® , possibly, is working on the pathogen through a direct effect and is also activating plant defense mechanisms. pt_BR
dc.format 86 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Lavras pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Proteção florestal: pragas e doenças pt_BR
dc.title Prospecção de indutores de resistência para o manejo da vassoura-de-bruxa do cacaueiro pt_BR
dc.title Search for inducers of resistance aiming at the management of witche’s broom in cacao pt_BR
dc.type Tese pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Tese_Joao de Cassia do Bomfim Costa.pdf 3.606Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account