Biblioteca Florestal
Digital

Uso de biossólido na composição de substratos para produção de mudas de espécies florestais da Mata Atlântica

Show simple item record

dc.contributor.advisor Leles, Paulo Sérgio dos Santos
dc.contributor.author Santos, Gabriel Rocha dos
dc.date.accessioned 2015-05-29T19:38:10Z
dc.date.available 2015-05-29T19:38:10Z
dc.date.issued 2013-08-08
dc.identifier.citation SANTOS, G. R. Uso de biossólido na composição de substratos para produção de mudas de espécies florestais da Mata Atlântica. 2013. 28 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Instituto de Florestas, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica. 2013. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/13977
dc.description Trabalho de Conclusão de Curso defendido no Instituto de Florestas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro pt_BR
dc.description.abstract A alta demanda de mudas de espécies florestais no estado do Rio de Janeiro associada à dificuldade dos viveiristas na obtenção de esterco bovino para produção de substrato tem estimulado pesquisas visando uma alternativa à substituição. Objetivou-se avaliar o potencial do uso de biossólido (lodo de esgoto estabilizado) como componente do substrato para a produção de mudas de Anadenanthera macrocarpa (angico vermelho), Schinus terebenthifolius (aroeira pimenteira) e Pseudobombax grandiflorum (embiruçu). Foram realizados três tratamentos com proporções de 20, 40 e 80% de biossólido acrescidos de areia e argila, um tratamento composto por esterco bovino, argila e areia, e um tratamento composto apenas por argila e areia. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado com 4 repetições. Em viveiro, foram realizadas mensurações de altura e diâmetro do coleto das mudas. No fim desta fase, foram avaliados peso seco da parte aérea, peso seco do sistema radicular, área foliar e os teores de macronutrientes nos tecidos vegetais. A fase de campo caracterizou-se pelo plantio de 16 mudas por tratamento, em área de reflorestamento em Bom Jardim, RJ. Realizou-se avaliação da sobrevivência das plantas aos 42 dias e 150 dias após o plantio, esta última acompanhada da mensuração da altura e diâmetro do coleto das plantas. Constatou-se que para angico vermelho e aroeira, as mudas produzidas com maior proporção de bisossólido apresentaram maior crescimento e para embiruçu foi no substrato composto por 20% de biossólido. As mudas produzidas com maior proporção de biossólido apresentaram menores concentrações de macronutrientes. Em campo, para as três espécies, em todos os tratamentos, as plantas apresentaram sobrevivência superior a 85% e as originárias de mudas produzidas com maior proporção de biossólido apresentaram maior crescimento aos 5 meses após o plantio. pt_BR
dc.description.abstract The high demand for seedlings of forest species in the Rio de Janeiro state associated with the difficulty in getting the nursery manure for substrate production has stimulated researchs aimed an alternative to replacement. This study aimed to evaluate the potential use of biosolids (stabilized sewage sludge) as component of the substrate for the production of seedlings Anadenanthera macrocarpa (angico vermelho), Schinus terebenthifolius (aroeira pimenteira) and Pseudobombax grandiflorum (embiruçu). Three treatments were carried out with ratios of 20, 40 and 80% of biosolids plus sand and clay treatment comprising manure, clay and sand, and a treatment consisting only of clay and sand. The experimental design was the completely randomized with four repetitions. In the nursery forest, measurements were made of height and root collar diameter of seedlings. At the end of this phase were evaluated the aerial dried mass, root dried mass, leaf area and the macronutrient in plant tissues. The field phase was characterized by planting 16 seedlings per treatment in a reforestation area in BomJardim, RJ. Was evaluated the plant survival at 42 days and 150 days after planting, the latter accompanied by measurement of height and root collar diameter of the plants. It was found that for angico vermelho and aroeira, the seedlings with a higher proportion of biosolids showed more growth and embiruçu the substrate was composed of 20% of biosolids. The seedlings with higher proportion of biosolids had lower concentrations of macronutrients. In the field, for the three species in all treatments, the plants had survival greater than 85% and those originating from seedlings with a higher proportion of biosolids had higher growth at 5 months after planting. pt_BR
dc.format 28 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Solos e nutrição florestal pt_BR
dc.title Uso de biossólido na composição de substratos para produção de mudas de espécies florestais da Mata Atlântica pt_BR
dc.type TCC pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
2013_1_Gabriel-Rocha-dos-Santos.pdf 7.497Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account