Biblioteca Florestal
Digital

Eficiência de fungos ectomicorrízicos no crescimento do eucalipto a partir de mudas clonais inoculadas

Show simple item record

dc.contributor.advisor Silva, Alexandre Christófaro
dc.contributor.author Costa, Lidiomar Soares da
dc.date.accessioned 2015-05-29T11:55:13Z
dc.date.available 2015-05-29T11:55:13Z
dc.date.issued 2014-02-27
dc.identifier.citation COSTA, L. S. Eficiência de fungos ectomicorrízicos no crescimento do eucalipto a partir de mudas clonais inoculadas. 2014. 49 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Diamantina. 2014. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/13952
dc.description Dissertação de mestrado defendida na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri pt_BR
dc.description.abstract A inoculação de fungos ectomicorrízicos em mudas podem aumentar a sustentabilidade dos plantios comerciais de eucalipto. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a eficiência da inoculação em viveiro de mudas clonais de eucalipto de micélio vegetativo de fungos ectomicorrízicos impregnados em gel de alginato sobre o crescimento das mudas em viveiro e após o plantio no campo. No primeiro experimento avaliou-se a eficiência da inoculação de micélio vegetativo de fungos ectomicorrízicos impregnados em gel de alginato em viveiro comercial de mudas clonais de eucalipto. O experimento foi realizado em delineamento em blocos casualizados em esquema fatorial 2 x 5, sendo mudas dos clones GG100 e GG680 inoculadas com Pisolithus microcarpus, Hysterangium gardneri e Scleroderma areolatum e crescidas em substrato com redução da adubação fosfatada, mais os controles não-inoculados com (Controle) e sem (Comercial) redução da adubação fosfatada na produção das mudas. No segundo experimento, mudas produzidas no primeiro foram plantas em campo para avaliação do crescimento e da colonização durante um ano. A sobrevivência das mudas no viveiro não foi influenciada pela inoculação ou pela redução da adubação fosfatada. Aos 120 dias e em geral para os dois clones, a altura, diâmetro do coleto, massa seca da parte aérea, massa seca total e frequência de nota máxima para formação do torrão das raízes das mudas inoculadas com P. microcarpus foram maiores que as do Controle, e iguais ao Comercial. A porcentagem de pontas colonizadas foi baixa para todos os fungos e não apresentou relação com a promoção do crescimento. A inoculação ou redução da adubação fosfatada influenciou apenas os teores de Ca, Fe, Cu e Mn na parte aérea das mudas, porém os resultados não foram suficientes para explicar a promoção do crescimento observado. No campo, sobrevivência foi de 100 % apenas para as plantas inoculadas com P. microcarpus e para as plantas do Comercial, em ambos os clones. Aos dois meses as plantas inoculadas com P. microcarpus foram maiores que as demais inoculadas e as do Controle, e o diâmetro do coleto das plantas inoculadas com H. gardneri e P. microcarpus foi igual as do Comercial. Aos quatro meses, as plantas inoculadas já haviam se igualado com as do Comercial. As diferenças na altura e diâmetro desapareceram nas avaliações aos seis e 12 meses de plantio. Os teores de clorofila foram maiores nas plantas do GG100. Aos seis meses a porcentagem de pontas colonizadas médias dos dois clones foi maior nas plantas inoculadas com S. areolatum, seguida daquelas inoculadas com P. microcarpus e das do Controle e aos 12 meses a porcentagem de pontas de raízes colonizadas foi semelhante em todos os tratamentos e foi, em média, foi 4,3 vezes maior do que a observada aos seis meses. Os teores de P, Ca, Mg e Zn aos seis, e os teores de N, K, Ca, Mg, Mn e B aos 12 meses, foram influenciados apenas por clones. Os fungos ectomicorrizicos avaliados não foram eficientes em colonizar as mudas no viveiro. A inoculação do micélio vegetativo do fungo P. microcarpus contribui para o crescimento de mudas com redução de adubação fosfatada em viveiro comercial. A eficiência do inoculante em promover benefícios é dependente do fungo veiculado. A baixa colonização obtida na fase de viveiro e a origem dos fungos, diferente do local do experimento, ajudam a explicar a ausência de benefícios da inoculação no campo. A colonização ectomicorrízica nas plantas de eucalipto ocorre naturalmente e aumenta na medida do estabelecimento da planta no campo. pt_BR
dc.description.abstract The inoculation of ectomycorrhizal fungi on seedlings can increase the sustainability of the commercial eucalypt plantations. This study evaluated the efficiency of inoculation in nursery clonal seedlings with mycelium of ectomycorrhizal impregnated in alginate gel on the growth of seedlings in the nursery and after planting in the field. First experiment was conducted in a randomized block in a factorial 2 x 5, with eucalyptus clones GG100 and GG680 inoculated with Pisolithus microcarpus, Hysterangium gardneri and Scleroderma areolatum and grown in a substrate with reduction of phosphorus fertilization and controls non-inoculated with (Controle) and without (Comercial) reduction of phosphorus fertilization in the nursery. In the second experiment, seedlings produced in the previous experiment were planted in the field to assess growth and colonization for one year. The seedling survival was not influenced by inoculation or by the reduction of phosphorus fertilization. At 120 days and in general for the two clones, height, diameter, dry weight of shoots, total dry matter and frequency of maximum grades for formation of clod of the roots of seedlings inoculated with P. microcarpus were greater than those of the Controle, and equals to the Comercial. The percentage of colonized tips roots were low for all fungi and not associated with the growth promotion. The inoculation or reduction of phosphorus fertilization only influenced the levels of Ca, Fe, Cu and Mn in shoots of seedlings. The seedlings were planted in sandy soil previously cultivated with eucalyptus. The survival rate was 100% only for plants inoculated with P. microcarpus and the plants of the Comercial, in both clones. At two months the plants inoculated with P. microcarpus were larger than the other inoculated plants and of the Controle, and stem diameter of the plants inoculated with H. gardneri and P. microcarpus were equal to the Comercial. At four months, the inoculated plants were already equalized with of the Comercial. The differences in height and diameter disappeared at ages six and 12 months after planting. At six months, the average percentage of the two clones colonized tips was greater in plants inoculated with S. areolatum, followed by those inoculated with P. microcarpus and those of the Controle. At 12 months the percentage of root tips colonized was similar in all treatments and was on average was 4.3 times greater than that observed after six months. The ectomycorrhizal fungi evaluated were not efficient in colonizing the seedlings in the nursery. The inoculation of the vegetative mycelium of the fungus P. microcarpus contributes to the growth of seedlings with reduced phosphorus fertilization in the nursery commercial. The efficiency of the inoculant is dependent in promote the benefits conveyed fungus. Inoculation of seedlings in the nursery did not promote further growth in the field after planting. The low colonization obtained in the nursery and the origin of the fungi, different from the experimental site, help to explain the lack of benefits of inoculation in the field. The ectomycorrhizal colonization occurs naturally in eucalypt plants and increases according the establishment of the plant in the field. pt_BR
dc.format 49 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Propagação e fisiologia de espécies florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Solos e nutrição florestal pt_BR
dc.title Eficiência de fungos ectomicorrízicos no crescimento do eucalipto a partir de mudas clonais inoculadas pt_BR
dc.title Efficiency of ectomycorrhizal fungi on the growth of Eucalyptus from clonal seedlings inoculated pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Dissertacao_Lidiomar Soares da Costa.pdf 854.5Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account