Biblioteca Florestal
Digital

Uso de isótopos estáveis como ferramenta de monitoramento ambiental em riachos tropicais

Show simple item record

dc.contributor.advisor Nardoto, Gabriela Bielefeld
dc.contributor.author Freitas, Stephanie Kelmyane Maia
dc.date.accessioned 2015-05-25T13:13:32Z
dc.date.available 2015-05-25T13:13:32Z
dc.date.issued 2013-12-16
dc.identifier.citation FREITAS, S. K. M. Uso de isótopos estáveis como ferramenta de monitoramento ambiental em riachos tropicais. 2013. 46 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Gestão Ambiental) - Faculdade UnB Planaltina, Universidade de Brasília, Brasília. 2013. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/13846
dc.description Trabalho de Conclusão de Curso defendido na Faculdade UnB Planaltina - Universidade de Brasília pt_BR
dc.description.abstract As matas ripárias desempenham funções ecológicas essenciais para a manutenção e preservação dos ecossistemas aquáticos a partir do fluxo de matéria orgânica alóctone e nutrientes para os cursos d’água. Existem poucos estudos sobre a interação entre peixes e zonas ripárias, sobretudo em ambientes tropicais. Por outro lado, estudos em regiões de clima temperado demonstram que a degradação da vegetação ripária torna-se determinante na seleção da biota de riachos. O objetivo deste trabalho foi analisar se as mudanças de uso do solo influenciam o metabolismo de riachos em áreas nativas e impactadas com o intuito de fornecer subsidio para o monitoramento ambiental na região Central do Brasil, a partir do uso dos isótopos estáveis de C e N. O estudo foi realizado em cinco riachos localizados no Distrito Federal – DF, sendo que três desses estão inseridos na Área de Proteção Ambiental (APA) do Gama e Cabeça de Veado e dois em fazendas particulares com vegetação ripária degradada. Foram obtidos dados sobre os aspectos físicos e limnológicos e coletados peixes e plantas, levando em consideração os ciclos fotossintéticos C3 e C4. Os valores de turbidez e temperatura foram significativamente maiores nas áreas impactadas que nas áreas naturais. Os valores de δ15N nas plantas C3 variaram entre -3,1 e 1,9‰ com média de -1‰. Os valores de δ13C nas plantas C3 variaram entre -34,6 e -31,3‰ com média de -33,2‰. A Brachiaria sp. apresentou valores mais enriquecidos de δ15N e δ13C, com médias de 3,4 e -13,6‰ respectivamente. Nos peixes os valores de δ15N variaram entre 6,4 e 8,8‰ com média de 7,4‰ nas áreas naturais e entre 9,5 e 11,3‰ com média de 10,4‰ nas áreas impactadas. Enquanto os valores de δ13C nos peixes das áreas naturais variaram entre -26,6 e -24,4‰ com média de -25,2‰, nas áreas impactadas a variação foi entre -22,7 e -22,3‰ com média de -22,5‰. As diferenças encontradas na dieta da ictiofauna nas áreas impactadas parecem indicar que os riachos estão sofrendo ação diferenciada das cadeias de pastoreio e de detritos devido aos diferentes valores de δ13C e δ15N encontrados nos peixes. pt_BR
dc.description.abstract Riparian forests play key ecological functions for the maintenance and preservation of aquatic ecosystems. There are few studies about the interaction between fish and riparian areas, especially in tropical environments. However, studies in temperate regions have showed that the degradation of riparian vegetation becomes decisive in the selection of the biota of such streams. The aim of this study was to examine whether the forest detritus contributions influence the metabolism of streams in native as well impacted riparian areas with the aim of providing subsidy for environmental monitoring in Central Brazil, using the stable isotopes C and N. The study was conducted in five streams located in the Distrito Federal. Three of those are included in an Environmental Protection Area (APA) and two in private farms with extensively degraded riparian vegetation. There were obtained data on the physical and limnological and collected fish and plants, taking into account the cycles C3 and C4 photosynthetic aspects. The values of turbidity and temperature were significantly higher in the impacted than in natural areas. The δ15N values in C3 plants ranged between -3.1 and 1.9 ‰ with an average of -1 ‰. The values of δ13C in C3 plants ranged between -34.6 and -31.3 ‰ to -33.2 ‰ average. Brachiaria spp. showed more enriched δ15N and δ13C values, with averages of 3.4 and -13.6 ‰ respectively. In fish δ15N values ranged between 6.4 and 8.8 ‰ with an average of 7.4 ‰ in natural areas and between 9.5 and 11.3 ‰ with an average of 10.4 ‰ in the impacted areas. The values of δ13C in fish of natural areas ranged between -26.6 and -24.4 ‰ to -25.2 ‰ and in the impacted areas the variation was between -22.7 and -22.3 ‰ with an average of -22.5 ‰. The differences found in the fish diet between natural and impacted areas suggest that the grazing and detritus food web play different role in these streams. pt_BR
dc.format 46 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade de Brasília pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.title Uso de isótopos estáveis como ferramenta de monitoramento ambiental em riachos tropicais pt_BR
dc.type TCC pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
2013_Stephanie-Kelmyane-Maia-Freitas.pdf 898.2Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account