Biblioteca Florestal
Digital

Influência da rustificação no comportamento fisiológico de mudas de Eucalyptus urograndis submetidas ao défice hídrico

Show simple item record

dc.contributor.advisor Davide, Antônio Cláudio
dc.contributor.author Teixeira, Luis Antonio Fonseca
dc.date.accessioned 2015-05-19T18:06:29Z
dc.date.available 2015-05-19T18:06:29Z
dc.date.issued 2012-02-17
dc.identifier.citation TEIXEIRA, L. A. F. Influência da rustificação no comportamento fisiológico de mudas de Eucalyptus urograndis submetidas ao défice hídrico. 2012. 47 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Lavras, Lavras. 2012. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/13785
dc.description Dissertação de Mestrado defendida na Universidade Federal de Lavras pt_BR
dc.description.abstract Este trabalho teve como objetivo avaliar a influência da rustificação nas respostas fisiológicas e na sobrevivência de mudas de Eucalyptus urograndis, clone I144, ao final do ciclo de produção e quando submetidas a diferentes regimes hídricos nas épocas seca e chuvosa. Para avaliação inicial foram utilizadas mudas não rustificadas e rustificadas, ainda nos tubetes, já para os tratamentos hídricos as mudas foram plantadas em vasos em casa de vegetação e irrigadas até atingirem a capacidade de campo, os tratamentos hídricos consistiram na manutenção da capacidade de campo e na suspensão da irrigação. Aos 1, 3, 6 e 10 dias após o plantio, foram avaliados a fotossíntese, condutância estomática, transpiração e potencial hídrico foliar, com auxilio de um analisador a gás infravermelho (IRGA) e bomba de pressão. Diariamente até o 15° dia foi avaliado o número de plantas que apresentaram ponto de murcha aparente e a mortalidade. A avaliação inicial das mudas revelou não haver diferenças significativas entre a rustificação em cada época, as mudas não rustificadas na época seca apresentaram valores superiores de potencial hídrico e fotossíntese em relação a ambos os tratamentos na época chuvosa. As mudas plantadas sob diferentes regimes hídricos apresentaram diferença quanto a rustificação para as variáveis fisiológicas apenas na época seca, sendo o potencial hídrico foliar o principal indicador do grau de rustificação das mudas. Na época seca as mudas rustificadas apresentaram sintomas de ponto de murcha permanente antes das não rustificadas e a mortalidade ocorreu somente no último dia de avaliação. Na época chuvosa não houve diferença entre a rustificação quanto ao aparecimento do ponto de murcha aparente, mais sim na mortalidade, chegando a 94% das mudas não rustificadas e 72% das rustificadas ao final do experimento. pt_BR
dc.description.abstract This study aimed to evaluate the influence of hardening on survival and physiological responses of Eucalyptus urograndis, clone I144, seedlings at the end of production cycle and when under different water regimes in the dry and rainy seasons. For initial assessment were used hardened and non-hardened seedlings, still in the plastic tubes, and for the water treatments, the seedlings were planted in pots in a greenhouse and irrigated, the treatments were the maintenance of field capacity and suspension of irrigation. At 1, 3, 6 and 10 days after planting, the following parameters were measured: photosynthesis, stomatal conductance, transpiration rate and leaf water potential using an infrared gas analyser (IRGA) and pressure pump. The number of plants showing apparent wilting point and mortality was assessed daily until day 15. The initial evaluation of the plants revealed no significant differences between the hardenings in each season. The non-hardened seedlings in dry season showed higher values of water potential and photosynthesis in relation to both treatments in the rainy season. The seedlings grown under different water regimes presented difference regarding the hardening for the physiological variables only in the dry season, leaf water potential being the main indicator of the degree of seedlings hardening. In the dry season, the hardened seedlings showed symptoms of wilting point before the non-hardened ones and mortality occurred only in the last day of evaluation. In the wet season there was no difference between the hardenings in relation to the onset of apparent wilting point, however, mortality began earlier, reaching 94% of the non-hardened seedlings and 72% of the hardened ones at end of the experiment. pt_BR
dc.format 47 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Lavras pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Propagação e fisiologia de espécies florestais pt_BR
dc.title Influência da rustificação no comportamento fisiológico de mudas de Eucalyptus urograndis submetidas ao défice hídrico pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Dissertacao_Luis Antonio Fonseca Teixeira.pdf 526.5Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account