Biblioteca Florestal
Digital

Bioecologia de Polyphagotarsonemus latus em acessos de pinhão manso (Jatropha curcas)

Show simple item record

dc.contributor.advisor Venzon, Madelaine
dc.contributor.author Lopes, Elisângela Novais
dc.date.accessioned 2015-05-08T13:10:11Z
dc.date.available 2015-05-08T13:10:11Z
dc.date.issued 2009-07-31
dc.identifier.citation LOPES, E. N. Bioecologia de Polyphagotarsonemus latus em acessos de pinhão manso (Jatropha curcas). 2009. 69 f. Dissertação (Mestrado em Entomologia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2009. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/13648
dc.description Dissertação de Mestrado defendida na Universidade Federal de Viçosa pt_BR
dc.description.abstract O ácaro branco Polyphagotarsonemus latus (Banks, 1904) (Acari: Tarsonemidae) tem sido relatado como uma das pragas mais importantes do pinhão manso Jatropha curcas L. no Brasil. No entanto, não existem informações sobre o potencial de desenvolvimento desta praga nos principais acessos de pinhão manso plantados no território nacional. Além disso, o controle de P. latus tem sido realizado utilizando-se acaricidas, sem o conhecimento das densidades populacionais, devido à inexistência de um sistema amostral desenvolvido em plantas de pinhão manso para esta praga. Assim nesse trabalho se propõe estudar os parâmetros biológicos de P. latus, seu potencial de crescimento populacional em acessos de pinhão manso, a susceptibilidade de acessos de pinhão manso a P. latus, os ácaros predadores e ainda determinar um plano de amostragem para P. latus neste hospedeiro. As informações obtidas foram distribuídas em três capítulos. No Capítulo 1, avaliou-se a biologia de P. latus e seu potencial de crescimento através da taxa intrínseca de crescimento populacional (r m ) em laboratório e da taxa instantânea de crescimento populacional (r i ) e as injúrias causadas pelo ácaro em casa de vegetação nos acessos de pinhão manso Filomena, Bento, Oracília, Gonçalo e Paraguaçú. No capítulo 2 determinaram-se a unidade amostral, a técnica amostral e o número de amostras mais representativos para compor o plano de amostragem de P. latus em plantas de pinhão manso. No capítulo 3, foi estudada a dinâmica populacional de P. latus em campo, em nove acessos de pinhão manso, com o intuito de conhecer as diferenças na infestação nos acessos, a sazonalidade do ataque e a importância dos ácaros predadores. P. latus foi capaz de completar seu ciclo e se reproduzir nos acessos Filomena, Bento, Gonçalo, Oracília e Paraguaçú. Não foi detectada diferença significativa na duração dos parâmetros biológicos e na fecundidade de P. latus entre os acessos de pinhão manso. As taxas de crescimento populacional em laboratório (r m ) e em casa de vegetação (r i ) foram semelhantes entre os acessos de pinhão manso. Os níveis de injúria de P. latus não diferiram entre os acessos de pinhão manso. Quanto ao plano de amostragem, a face da folha selecionada para a amostragem de P. latus em pinhão manso foi a abaxial e as posições ideais para amostragem são próximas ao pecíolo (P5 e P6) desta face. A contagem direta com lupa manual foi a melhor técnica amostral. As folhas mais representativas para amostragem de P. latus foram da 2a a 4a folha. Não foi observado ajuste dos dados amostrais a nenhuma distribuição de frequência, porém o número de amostras determinado para compor o plano de amostragem foi 79 amostras/lavoura, o que requer um tempo de 0,95 horas/amostragem e um custo de R$ 17,67 para a amostragem. No campo, os níveis de infestação de P. latus ao longo do tempo e o número de ácaros predadores não variaram entre os acessos de pinhão manso. Não foi observada correlação significativa entre os ácaros predadores da espécie Iphiseiodes zuluagai e as populações de P. latus, porém houve correlação positiva entre ácaros predadores Typhlodromalus spp., os fatores climáticos (precipitação, temperatura e fotoperíodo) e as densidades de P. latus em campo. O pico populacional de P. latus ocorreu nos meses de novembro e dezembro. pt_BR
dc.description.abstract The broad mite Polyphagotarsonemus latus (Banks, 1904) (Acari: Tarsonemidae) has been cited as one of the most important pests of physic nut in Brazil. However, there is no information available about broad mite development on the main genotypes of physic nut cultivated in Brazil. Besides, the control of P. latus has been done with synthetic acaricides, without the knowledge of broad mite densities, due to the lack of sampling plans for the pest in this crop. The aims of this research were to study the biological parameters of P. latus and its population growth on physic nut genotypes, the predators associated to broad mite in physic nut genotypes, and to determine a sampling plan for P. latus. The informations were distributed in three chapters. In Chapter 1, it was evaluated P. latus biology and its population growth through the estimation of the intrinsic rate of population increase (r m ) in laboratory and the instantaneous rate of population increase (r i ) in the greenhouse, on five physic nut genotypes (Filomena, Bento, Oracília, Gonçalo and Paraguaçú). In Chapter 2 , we determined the unit amostral, the amostral technique and the more representative number of samples to compose the sampling plan of P. latus in physic nut plants. In the chapter 3, it was studied the population dynamics of P. latus in the field, in nine genotypes of physic nut, their attack seasonality, the importance of the predatory mites in controlling P. latus population. P. latus was capable to complete its life cycle and to reproduce in the tested genotypes. The biological parameters and the fecundity of P. latus didi not differ among the tested physic nut genotypes. The intrinsic rate of population increase (r m ) and the instantaneous rate of population increase (r i ) were similar among the genotypes. The injury levels of P. latus didn't differ among the genotypes. For the sampling plan, the leaf surface selected for the sampling of P. latus in physic nut was the abaxial and the ideal positions for sampling are those close to the petioles (P5 and P6) of that surface. The direct counting with aid of manual magnifying glass was the best sampling technique. The most representative leaves for broad mite sampling were from the 2 nd to 4 th leaf. Adjustment was not observed of the sample data the any frequency distribution, however the number of samples to compose the sampling plan was 79 samples/farming, what requests 0.95 hours/sampling and costs R$ 17.67 for the sampling. In the field, the levels of infestation of P. latus along the time and the number of predatory mites didn't vary among the physic nut genotypes. There was no significant correlation between the predatory mite Iphiseiodes zuluagai and P. latus populations, however there was a positive correlation among predatori mites Typhlodromalus spp., the climatic factors (precipitation, temperature and photoperiod) and the densities of P. latus. The population peak of P. latus was during November and December. pt_BR
dc.format 69 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Viçosa pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Proteção florestal: pragas e doenças pt_BR
dc.title Bioecologia de Polyphagotarsonemus latus em acessos de pinhão manso (Jatropha curcas) pt_BR
dc.title Bioecology of Polyphagotarsonemus latus in genotypes of physic nut (Jatropha curcas) pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Dissertacao_Elisangela-Novais-Lopes.pdf 568.5Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account