Biblioteca Florestal
Digital

Produtividade de óleo de palma na cultura do dendê na Amazônia Oriental: influência do clima e do material genético

Show simple item record

dc.contributor.advisor Vieira, Gerival
dc.contributor.author Silva, José Stanley de Oliveira
dc.date.accessioned 2015-05-06T17:50:40Z
dc.date.available 2015-05-06T17:50:40Z
dc.date.issued 2006-08-16
dc.identifier.citation SILVA, J. S. O. Produtividade de óleo de palma na cultura do dendê na Amazônia Oriental: influência do clima e do material genético. 2006. 81 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2006. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/13610
dc.description Dissertação de Mestrado defendida na Universidade Federal de Viçosa pt_BR
dc.description.abstract A palmeira-africana, conhecida no Brasil por dendê, apresenta grande potencial de exploração econômica, com produtividade de óleo entre 4 e 5 toneladas por hectare. O processo de extração desse óleo, de excepcionais qualidades para a alimentação humana, é físico, mediante o uso de prensas, sem demandar o emprego de solventes químicos. Caracteriza-se como uma atividade agroindustrial, com consideráveis investimentos em infra-estrutura social e utilização intensiva de mão-de-obra, sem problemas de entressafras e com geração de empregos de boa qualidade, pela alta rentabilidade da cultura. Objetivou-se com este trabalho avaliar a influência dos fatores clima, material genético e idade da palmeira na produtividade de cacho de fruto fresco (CFF), na taxa de extração (TE) e na produtividade de óleo (PO). Sistematizaram-se dados de um plantio comercial de palma-africana da empresa Agropalma, relativos a seis materiais genéticos, à taxa de extração do óleo de palma (TE), à produtividade de cacho de fruto fresco (CFF) e ao clima. Os materiais genéticos avaliados foram Avros, Lamé, Ghana, Ekona, Lamé-Embrapa e Kigoma. A área total avaliada foi 32.000 ha. A base de dados foi composta por levantamentos e análises de laboratório realizados pela Agropalma no período de 1995 a 2005. Esses dados estão divididos em dados de campo, da indústria e do laboratório, num total de 24.245 dados. Em todos os materiais genéticos foi analisado o efeito da idade da palmeira na produtividade de CFF (t/ha), na TE e na PO (t/ha). Nos materiais Avros, Lamé, Ghana e Ekona, foram avaliados também o peso médio do cacho (PMC) e os porcentuais de frutos viáveis no cacho (PFV), de frutos partenocárpicos (PFP), de mesocarpo no fruto (PMF), de óleo no fruto (POF) e de óleo no cacho (TE). Foram determinados a média, o desvio-padrão e o intervalo de confiança, e para avaliar o efeito da idade, foram utilizadas as equações de regressão. Os dados de campo e da indústria foram sistematizados em tabelas que geraram gráficos de fatores de clima, de produção e de correlação linear defasada mensalmente, em um intervalo de zero a 12 meses. Os materiais Lamé-Embrapa, Ekona, Ghana e Kigoma apresentaram desempenhos iniciais de produtividade de CFF e PO melhores que os dos materiais tradicionais Avros e Lamé. Com relação aos PMF, POF e TE, os materiais genéticos Ghana e Ekona apresentaram os melhores porcentuais, confirmando o melhor desempenho de produção de cacho de fruto fresco e de óleo dos novos materiais melhorados. Um comportamento declinante na TE do material Avros foi constatado, com queda de 30,5 % aos 21 anos de idade, em relação à idade inicial (3,5 anos). Não há relatos dessa informação na literatura nacional e apenas escassa referência na literatura internacional. O clima, principalmente a precipitação e a insolação, tem efeitos diretos na taxa de extração. Constatou-se que o material genético influencia a produtividade de cachos, a taxa de extração e a produtividade de óleo. pt_BR
dc.description.abstract African palm tree oil, known in Brazil as dendê, has a great economic potential, yielding between 4 and 5 tons per hectare. The oil, which has exceptional qualities for human consumption, is physically processed by means of an oil press, with no need for chemical solvents. It is characterized as an agro-industrial activity with considerable investment in social infrastructure and intensive labor and no problems during the time between harvests, generating good quality employment due to the crop’s high yield. This work aimed to evaluate the influence of the factors climate, genetic material, and oil-palm tree age on fresh fruit bunch (FFB) yield, extraction rate (ER) and oil productivity (OP). Data relative to six genetic materials from a commercial African oil-palm plantation owned by Agropalma Industry were shown in relation to oil extraction rate (ER), fresh fruit bunch (FFB) productivity and climate. The genetic materials evaluated were Avros, Lamé, Ghana, Ekona, Lamé-Embrapa and Kigoma and the total area evaluated was 32.000 ha. The data base was composed by assessments and laboratory analyses carried out by Agropalma during 1995-2005. These data are classified into field, industry and laboratory data, totaling 24.245 data. The effect of oil-palm tree age on FFB productivity (t/ha), ER and OP (t/ha) was evaluated in all the genetic materials. In the materials Avros, Lamé, Ghana and Ekona, mean bunch weight (MBW) and the percentages of fruits in the bunch (FBP), partenocarpic fruits (PFP), fruit mesocarp (FMP), fruit oil (FOP) and bunch oil (BOP) were evaluated. Mean, standard deviation and confidence interval were determined and regression equations were used to evaluate the age effect. Field and industry data were shown in tables that generated graphics of climate, production and linear correlation monthly out of step at an interval from zero to 12 months. The materials Lamé-Embrapa, Ekona, Ghana and Kigoma presented better initial performances of FFB and OP productivity than the traditional materials Avros and Lamé. For MFP, FOP, and ER, the genetic materials Ghana and Ekona presented the best percentages, confirming the best performance of fresh fruit bunch and oil productivity of the new improved materials. A decreasing ER behavior of the genetic material Avros was verified, with a drop of 30.5 % at 21 years of age compared to the initial age (3.5 years). No reports on this information are available in the national literature and only scarce reference is found in the international literature. Climate, mainly precipitation and insulation have direct effects on extraction rate. Genetic material was confirmed to influence fresh fruit bunch productivity, oil extraction rate and oil productivity. pt_BR
dc.format 81 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Viçosa pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Genética e melhoramento florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Tecnologia de produtos florestais não madeireiros pt_BR
dc.title Produtividade de óleo de palma na cultura do dendê na Amazônia Oriental: influência do clima e do material genético pt_BR
dc.title Palm tree oil productivity in Eastern Amazon dendê crop: influence of climate and genetic material pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
dissertacao_Jose-Stanley-de-Oliveira-Silva.pdf 2.714Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account