Biblioteca Florestal
Digital

Análise multitemporal da susceptibilidade erosiva na Bacia do Rio Urucuia (MG) por meio da Equação Universal de Perda de Solos

Show simple item record

dc.contributor.advisor Carvalho Júnior, Osmar Abílio de
dc.contributor.author Mata, Clarisse Lacerda
dc.date.accessioned 2015-05-06T12:28:34Z
dc.date.available 2015-05-06T12:28:34Z
dc.date.issued 2009-03-23
dc.identifier.citation MATA, C. L. Análise multitemporal da susceptibilidade erosiva na Bacia do Rio Urucuia (MG) por meio da Equação Universal de Perda de Solos. 2009. 71 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Instituto de Ciências Humanas, Universidade de Brasília, Brasília. 2009. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/13598
dc.description Dissertação de mestrado defendida no Instituto de Ciências Humanas da Universidade de Brasília pt_BR
dc.description.abstract A Equação Universal de Perda de Solos (EUPS) é um modelo de predição de perda de solo determinada através do cruzamento da erosividade da chuva, Fator R, da erodibilidade do solo, Fator K, do comprimento de rampa, Fator L, da declividade da vertente, Fator S, da cobertura e do manejo, Fator C, e das práticas conservacionistas, Fator P. Sem dúvidas esta metodologia de predição de perda de solos, tem sido largamente utilizada como um instrumento de avaliação de risco da instalação de processos erosivos acelerados e como medida orientativa de planejamento em bacias de uso agrícola. Assim, o presente trabalho tem por objetivo identificar cenários de ação da erosão nos solo da Bacia do Rio Urucuia, Minas Gerais, Brasil, através dos resultados gerados com a EUPS para 1987 e 2007. A Bacia do Rio Urucuia é tributária da Bacia do Rio São Francisco, com aproximadamente 25.000 km2, contribui com 10% de vazão e 18% da carga de sedimentos. A metodologia usou ferramentas de SIG para facilitar a obtenção do Fator Topográfico (LS) por meio do MDT e através dos dados de Sensoriamento Remoto foi desenvolvida a classificação de cobertura do solo, por conseguinte obteve-se os fatores cobertura e manejo (C) e práticas conservacionistas (P). A classificação das imagens Landsat-TM foi feita pelo classificador ISODATA para dois anos, 1987 e 2007. A análise multitemporal permitiu determinar que mudanças significativas na erosão do solo ocorreram na área estudada no final de vinte anos. O fator mais significativo para a degradação e erosão foi o aumento das áreas agrícolas, que por vezes são feitas sem a preocupação com as práticas conservacionistas adequadas, isso é evidenciado pela comparação dos mapas gerados de Potencial Natural a Erosão e de Erosão Atual. Os resultados mostram a distribuição espacial das distintas áreas propensas à erosão na bacia, onde práticas conservacionistas poderiam ser mitigadoras na prevenção da perda de solo e água por erosão. Esta análise é importante para o planejamento ambiental, e pode dar subsídio na formulação de políticas públicas para o estabelecimento de cenários que visem o desenvolvimento sustentável da Bacia do Rio Urucuia, além disso esta pesquisa pode auxiliar na avaliação dos resultados da revitalização do Rio São Francisco. pt_BR
dc.description.abstract The Universal Soil Loss Equation (USLE) is an erosion model to estimate average soil loss being as a product of rainfall runoff erosivity factor R, soil erodibility factor K, slope length factor L, slope steepness factor S, cover management factor C, and support practice factor P. Beyond this methodology to predict soil loss, it has been extended as a useful tool for evaluating erosion risk and planning measures for the conservation in agricultural watersheds. Thus the present work has aim to identify soil erosion changes in the Urucuia River Basin, Minas Gerais state, Brazil using the USLE results in 1987 and 2007. The Urucuia’s River Basin is a tributary of the São Francisco River Basin, with approximately 25.000 km2, which contributes with 10% of the discharge and 18% of the sediment loads. The methodology used GIS tools in order to facilitate derivation of the topographic factor (LS) from DEM and remote sensing data to obtain land cover classifications and consequently both factors cover-management (C) and support practice (P). The Landsat TM images classification were obtained by using an ISODATA classifier for the two years, 1987 and 2007. The multitemporal analysis determined that there were significant changes concerning soil erosion in the studied area in the last twenty years. The most significant factor that added to the degradation and erosion was the increase of agricultural areas, evidenced by the comparison of the potential erosion with the current erosion. The results show the spatial distribution of different erosion prone areas in watershed, where management practices might be suitable to prevent soil erosion. The analysis is important for the environmental planning, as they can give subsidy to the establishment of sustainable development scenarios for the basin. pt_BR
dc.format 71 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Instituto de Ciências Humanas, Universidade de Brasília pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Manejo de bacias hidrográficas pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Geoprocessamento e sensoriamento remoto pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Solos e nutrição florestal pt_BR
dc.title Análise multitemporal da susceptibilidade erosiva na Bacia do Rio Urucuia (MG) por meio da Equação Universal de Perda de Solos pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Dissertacao_Clarisse Lacerda Mata_Parte1.pdf 2.740Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar
Dissertacao_Clarisse Lacerda Mata_Parte2.pdf 4.944Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account