Biblioteca Florestal
Digital

Aspectos ecofisiológicos da germinação de sementes de espécies do cerrado sensu stricto e da mata de galeria do bioma Cerrado expostas a diferentes condições de estresse

Show simple item record

dc.contributor.advisor Borghetti, Fabian
dc.contributor.author Ribeiro, Leandro Carvalho
dc.date.accessioned 2015-04-14T13:48:26Z
dc.date.available 2015-04-14T13:48:26Z
dc.date.issued 2010
dc.identifier.citation RIBEIRO, L. C. Aspectos ecofisiológicos da germinação de sementes de espécies do cerrado sensu stricto e da mata de galeria do bioma Cerrado expostas a diferentes condições de estresse. 2010. 79 f. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Instituto de Ciências Biológicas, Universidade de Brasília, Brasília. 2010. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/13357
dc.description Dissertação de mestrado defendida no Instituto de Ciências Biológicas, Universidade de Brasília pt_BR
dc.description.abstract No presente trabalho foram avaliados aspectos ecofisiológicos da germinação de espécies arbóreas de cerrado sensu stricto e da mata de galeria. Considerando que espécies de cerrado e de mata comportem-se como grupos funcionais distintos e que possuem características ecofisiológicas distintas em termos de utilização dos recursos ambientais disponíveis, bem como diferentes estratégias adaptativas para sobreviver às adversidades impostas pelo ambiente, o objetivo deste estudo foi analisar o comportamento germinativo, em condições de laboratório, de espécies de cerrado sensu stricto e de mata de galeria frente a determinadas condições de estresse, observando padrões de semelhança e diferenças entre tais grupos funcionais. Para tanto, foram avaliados o grau de tolerância à dessecação, a capacidade germinativa em temperaturas supra-ótimas (30, 35, 40 e 45°C) e o efeito de choques térmicos (80, 140 e 200°C por 2,5 e 5 minutos) sobre germinação de sementes de espécies do cerrado e de mata. De modo geral, as sementes das espécies de cerrado sensu stricto apresentaram maior tolerância à dessecação, maior capacidade de germinação em temperaturas supra-ótimas e menor sensibilidade aos efeitos do calor provocados pelos choques térmicos, em relação às sementes de espécies de mata de galeria. Em função da maior capacidade germinativa apresentada pelas sementes de espécies de cerrado em comparação com as espécies de mata, quando submetidas a determinadas condições de estresse, parece ficar claro que espécies de savana possuem um maior potencial de expansão em direção a ambientes florestais, do que espécies de floresta em direção à savana. pt_BR
dc.description.abstract In this present study I evaluated ecophysiological aspects of seed germination of cerrado sensu stricto and gallery forest woody species. I postulated that savanna and forest species behave as distinct functional groups and have different ecophysiological characteristics in the use of environmental resources available as well as different adaptive strategies to survive the adversities imposed by the environment. The aim of this study was to analyze, in laboratory conditions, seed germination of savanna and forest species, exposed to certain stress conditions, verifying similarity patterns and differences between these two functional groups. For this, I evaluated the degree of desiccation tolerance, seed germination at above- optimal temperatures (30, 35, 40 and 45°C) and the effects of heat treatments (80, 140 and 200°C for 2.5 to 5 minutes) on seed germination of cerrado sensu stricto and gallery forest species. Generally speaking, seeds of savanna species showed greater desiccation tolerance and germination at above-optimal temperatures and less sensitivity to the effects of heat treatments, in relation to gallery forest species. Due to higher seed germination produced by savanna species when exposed to stress conditions, in relation to forest species, it seems certain that savanna species have a greater potential for expansion into forests environments than forest species into savanna. pt_BR
dc.format 79 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Instituto de Ciências Biológicas, Universidade de Brasília pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Sementes florestais pt_BR
dc.title Aspectos ecofisiológicos da germinação de sementes de espécies do cerrado sensu stricto e da mata de galeria do bioma Cerrado expostas a diferentes condições de estresse pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Dissertacao_Leandro Carvalho Ribeiro.pdf 548.4Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account