Biblioteca Florestal
Digital

A evolução da certificação florestal no Brasil

Show simple item record

dc.contributor.author Sartori, Roberto Scorsatto
dc.contributor.author Bacha, Carlos José Caetano
dc.date.accessioned 2015-01-20T18:55:09Z
dc.date.available 2015-01-20T18:55:09Z
dc.date.issued 2007-07
dc.identifier.citation SARTORI, R. S.; BACHA, C. J. C. A evolução da certificação florestal no Brasil. In: XLV CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2007, Londrina. Anais... Londrina: SOBER, 2007. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/13177
dc.description Apresentação do conteúdo: Resumo; Abstract; Introdução; Revisão de literatura; Metodologia, fonte de dados e organização do trabalho; Os processos de certificação florestal; A certificação florestal no Brasil; Os custos da certificação; Vantagens da certificação: florestas nativas versus florestas plantadas; Conclusões; Bibliografia citada. pt_BR
dc.description.abstract O propósito deste trabalho é analisar a evolução da certificação florestal no Brasil, avaliando seus custos e desempenhos distintos entre florestas nativas e florestas plantadas. A certificação florestal é o processo pelo qual se verifica se uma floresta, seja ela plantada ou nativa, foi e está sendo manejada de acordo com padrões ambientais, econômicos e sociais pré-estabelecidos. Através da análise interpretativa de dados secundários organizados em tabelas e gráficos, o presente trabalho conclui que: (1) existem vários esquemas de certificação no mundo, sendo que o FSC (Forest Stewardship Council) é o mais utilizado na América Latina, inclusive no Brasil, mas não na América do Norte, na Europa Ocidental, Ásia e Oceânia; (2) a certificação florestal no Brasil teve grande crescimento de 1995 a 2005, passando de cerca de 100 mil hectares para 3,5 milhões de hectares; (3) a maior parte da área florestal certificada no Brasil é composta por florestas plantadas, e as florestas nativas certificadas estão concentradas no Pará e destinadas à exploração madeireira; (4) a certificação florestal comunitária e para produtos não madeireiros ainda é incipiente no Brasil; (5) os custos da certificação por hectare de floresta são decrescentes quanto maior é a área certificada, isto explica as áreas certificadas no Brasil serem de grandes dimensões e possuídas por grandes empresas; (6) tanto florestas plantadas quanto nativas apresentam vantagens na certificação de modo a contornar pressões ambientais nos mercados consumidores. pt_BR
dc.format 13 Páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural - SOBER pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Política e legislação florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Economia e otimização florestal pt_BR
dc.title A evolução da certificação florestal no Brasil pt_BR
dc.type Trabalho de Evento Científico pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
A Evolução da Certificação Florestal no Brasil.pdf 235.1Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account