Biblioteca Florestal
Digital

Resistência de clones de cajueiro-comum à antracnose

Show simple item record

dc.contributor.author Lima, Joilson Silva
dc.contributor.author Moreira, Renato Cesar
dc.contributor.author Cardoso, José Emilson
dc.contributor.author Silva, Luis Gustavo Chaves da
dc.date.accessioned 2014-12-02T11:34:16Z
dc.date.available 2014-12-02T11:34:16Z
dc.date.issued 2013-08
dc.identifier.citation LIMA, J. S. et al. Resistência de clones de cajueiro-comum à antracnose. Fortaleza: Embrapa Agroindústria Tropical, Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, n. 73, 2013. 17p. pt_BR
dc.identifier.issn 1679-6543
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/13063
dc.description O conteúdo é apresentado em oito capítulos: 1 - Resumo; 2 - Abstract; 3 - Inrtodução; 4 - Material e métodos; 5 - Resultados e discussão; 6 - Conclusões; 7 - Agradecimentos; 8 - Referências. pt_BR
dc.description.abstract O cajueiro (Anacardium occidentale L.) é uma planta tropical, originária do Brasil, dispersa em quase todo o seu território. A região Nordeste, com uma área plantada superior a 700 mil hectares, responde por mais de 95% da produção nacional, sendo os estados do Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte os principais produtores. Embora seja uma cultura nativa, seu rendimento é frequentemente reduzido por muitas doenças, destacando-se a antracnose. Essa fitomoléstia é causada pelo fungo Colletotrichum gloeosporioides (Penz) Penz. & Sacc. O uso de clones resistentes a patógenos representa uma forma de manejo econômico, ecológico e seguro, contribuindo para redução dos danos provocados por doenças. Este trabalho objetivou avaliar a resistência de clones de cajueiro-comum à antracnose. Vinte clones de cajueiro-comum previamente selecionados foram usados no estudo, buscando encontrar material resistente, sendo possível encontrar fonte de resistência para uso em programas de melhoramento. Os clones CNPAT2002/9 e FAGA 1 apresentaram-se como os mais resistentes à antracnose, enquanto o clone CNPAT2002/5 foi o que obteve maiores notas de severidade e maior AACPD, mostrando-se mais suscetível ao ataque do fungo Colletotrichum gloeosporioides. Os resultados mostraram haver uma forte correlação positiva entre os parâmetros severidade e AACPD. pt_BR
dc.format 17 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Embrapa Agroindústria Tropical pt_BR
dc.relation.ispartofseries Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento;73
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Genética e melhoramento florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Proteção florestal: pragas e doenças pt_BR
dc.title Resistência de clones de cajueiro-comum à antracnose pt_BR
dc.type Boletim Técnico pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
73_Resistencia ... iro-comum a antracnose.pdf 1.151Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account