Biblioteca Florestal
Digital

Uso de parcelas de areia para o monitoramento de impacto de estradas sobre a riqueza de espécies de mamíferos

Show simple item record

dc.contributor.author Scoss, Leandro Moraes
dc.contributor.author Marco Júnior, Paulo de
dc.contributor.author Silva, Elias
dc.contributor.author Martins, Sebastião Venâncio
dc.date.accessioned 2014-11-20T11:36:38Z
dc.date.available 2014-11-20T11:36:38Z
dc.date.issued 2004
dc.identifier.citation SCOSS, L. M. et al. Uso de parcelas de areia para o monitoramento de impacto de estradas sobre a riqueza de espécies de mamíferos. Revista Árvore, Viçosa, v. 28, n. 1, p. 121-127, 2004. pt_BR
dc.identifier.issn 1806-9088
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/12850
dc.description.abstract O monitoramento de fauna é um procedimento essencial na determinação da eficiência de uma unidade de conservação. Os objetivos deste artigo foram avaliar o uso de parcelas de areia para registro de pegadas de mamíferos, para estimar a riqueza de espécies que utilizam habitats cortados por estradas, e analisar a aplicabilidade do método em um programa de monitoramento. Os levantamentos foram conduzidos no Parque Estadual do Rio Doce-MG, através do uso de duas grades de amostragem compostas por três transectos paralelos, a diferentes distâncias da estrada (12, 82 e 152 m), monitorados durante os meses de março a novembro de 2000. As estimativas de riqueza de espécie foram obtidas pelo programa EstimateS, e o programa MONITOR foi utilizado para calcular o poder da análise para estimar uma probabilidade de detecção (p=0,90) de um declínio (5%) do número de espécies às margens da estrada. As estimativas de riqueza de espécies para os transectos variaram entre 5,99 (DP 0,99) e 15,07 (DP 1,75). Os resultados indicam que um programa de monitoramento precisaria de três levantamentos por ano, durante quatro anos consecutivos, utilizando o mesmo protocolo de amostragem para detectar um declínio (5%) no número de espécies que utilizam a estrada, com probabilidade de 0,90. O uso de parcelas de areia é um método de fácil aplicação, que se mostrou adequado para estimar a riqueza de espécies de mamíferos, podendo contribuir com informações e previsões para o manejo e a conservação destas espécies. pt_BR
dc.description.abstract Faunal monitoring is an essential procedure to evaluate the efficiency of a conservation unit. The aims of this paper were to evaluate the use of sand-plots to record mammal tracks for estimating species richness in habitats crossed by roads and to analyze the applicability of this method to propose a monitoring program. The survey was carried out in Rio Doce State Park, MG, in two sampling grids composed by 3 parallel transects at different distances from the forest (12, 82 and 152 m ), monitored from March to November 2000. Species richness estimates were obtained by applying the EstimateS program and the MONITOR program to calculate the power of the analysis to estimate a probability of detection (p=0.90) of a decline (5%)in the number of species on the road borders. Species richness estimates in the transects varied between 5.99 (SD 0.99) and 15.07 (SD 1.75). The results indicate that a monitoring program needs at least 3 surveys per year during 4 consecutive years using the same sampling protocol to detect a 5% decline in species richness on the road, with 0.90 probability. The use of sand plots is an easy-to use method that can be applied to estimate mammal species richness, and provide important information to management and conservation of these species. pt_BR
dc.format 7 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Sociedade de Investigações Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Revista Árvore:v.28,n.1;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Manejo da fauna silvestre pt_BR
dc.title Uso de parcelas de areia para o monitoramento de impacto de estradas sobre a riqueza de espécies de mamíferos pt_BR
dc.title Sand-plot use for monitoring road impact on mammal species richness pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Arvore_v28_n1_p121-127_2004.pdf 67.37Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account