Biblioteca Florestal
Digital

Semeadura direta de canafístula (Peltophorum dubium (Spreng.)Taub. no enriquecimento de capoeiras

Show simple item record

dc.contributor.author Mattei, Vilmar Luciano
dc.contributor.author Rosenthal, Mariane D’Avila
dc.date.accessioned 2014-11-18T13:35:01Z
dc.date.available 2014-11-18T13:35:01Z
dc.date.issued 2002
dc.identifier.citation MATTEI, V. L.; ROSENTHAL, M. D. Semeadura direta de canafístula (Peltophorum dubium (Spreng.)Taub. no enriquecimento de capoeiras. Revista Árvore, Viçosa, v. 26, n. 6, p. 649-654, 2002. pt_BR
dc.identifier.issn 1806-9088
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/12809
dc.description.abstract O presente trabalho teve por objetivo avaliar o comportamento da canafistula (Peltophorum dubium), em semeadura direta a campo, em área de capoeira originada após o abandono do local utilizado com cultivos agrícolas sucessivos. No local foram roçadas faixas de 1,5 m, a cada 3 m. A semeadura foi realizada em setembro de 1997. Visando proteger os pontos semeados, foram utilizados diferentes tipos de protetores (copos de plástico e copos de papel, sem fundo e laminado de madeira), fixados sobre os pontos semeados com três sementes cada. As sementes foram escarificadas mecanicamente a 1.725 rpm, durante 60 segundos, com lixa Norton 60. O delineamento foi em blocos casualizados, com seis repetições. As variáveis avaliadas foram emergência, sobrevivência, número de pontos com plantas, densidade a 1 ano e altura das plantas aos 18 meses. Os resultados obtidos aos nove meses demonstraram que a utilização de qualquer um dos protetores físicos contribuiu para o estabelecimento de plantas em mais de 80% dos pontos semeados, e em mais de 75%, um ano após a semeadura, quando utilizado o laminado, o que indica que a semeadura direta é uma alternativa de implantação para a espécie, possibilitando transformar as áreas de capoeiras em um sistema agroflorestal ou mesmo silvipastoril, no futuro. pt_BR
dc.description.abstract This work aimed to evaluate the development of Peltophorum dubium by direct seeding on a succesively cropped field. Seeding was performed in rows of 1.5 m, three meters apart, on September 1977. To protect the seed-spots shelters, bottomless paper and plastic cups were used and wood slates were fixed on them. Seeds were mechanically scarified for 60 seconds. The variables evaluated were emergence, seedling survival, number of seed-spots with plants plant density at one year and plant height at the 18th month. Results at the 9th month showed that the seed-spot shelters contributed for plant establishment in 80% of the seed-spots and in more than 75% of them one year after seeding, when wood slates were used. Direct seeding is a viable alternative for this species which will allow the transformation of shrub areas into an agroforest or even silvipastural system in the near future. pt_BR
dc.format 6 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Sociedade de Investigações Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Revista Árvore:v.26,n.6;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal pt_BR
dc.title Semeadura direta de canafístula (Peltophorum dubium (Spreng.)Taub. no enriquecimento de capoeiras pt_BR
dc.title Direct seeding of canafistula (Peltophorum dubium (Spreng.) Taub. to regenerate shrubs pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Arvore_v26_n6_p649-654_2002.pdf 450.4Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account