Biblioteca Florestal
Digital

Dinâmica da regeneração natural em uma floresta ombrófila densa secundária, após corte de cipós, reserva natural da companhia Vale do Rio Doce S.A., estado do Espírito Santo, Brasil

Show simple item record

dc.contributor.author Souza, Agostinho Lopes de
dc.contributor.author Schettino, Stanley
dc.contributor.author Jesus, Renato Moraes de
dc.contributor.author Vale, Antonio Bartolomeu do
dc.date.accessioned 2014-11-10T13:36:06Z
dc.date.available 2014-11-10T13:36:06Z
dc.date.issued 2002
dc.identifier.citation SOUZA, A. L. et al. Dinâmica da regeneração natural em uma floresta ombrófila densa secundária, após corte de cipós, reserva natural da companhia Vale do Rio Doce S.A., estado do Espírito Santo, Brasil. Revista Árvore, Viçosa, v. 26, n. 4, p. 411-419, 2002. pt_BR
dc.identifier.issn 1806-9088
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/12614
dc.description.abstract No presente trabalho foram analisados a dinâmica de sucessão, o crescimento e a produção de uma Floresta Ombrófila Densa secundária, após corte de cipós. O tratamento silvicultural foi executado com o objetivo de promover o rápido retorno da floresta às suas condições primárias ou, no mínimo, diminuir o intervalo de tempo entre dois ciclos de corte sucessivos. Os dados foram provenientes de um experimento implantado em 1989 e medido bienalmente na Reserva Natural da Companhia Vale do Rio Doce S.A., localizada entre os municípios de Linhares e Jaguaré, ES, Brasil. Foi empregada amostragem sistemática, tendo sido considerados como indivíduos da regeneração natural todos aqueles com dap < 5,0 cm. Foram analisadas as estimativas dos parâmetros da composição florística, a diversidade de espécies e a estrutura da regeneração natural, em cada ocasião de moni- toramento. As análises permitiram concluir que, para todas as categorias analisadas, houve grandes variações positivas nas taxas de regeneração natural e aumento da área basal desses indivíduos ao longo do período de monitoramento, indicando ser este compartimento da floresta o mais beneficiado pela aplicação do tratamento e, indiretamente, o estrato arbóreo, ao receber o ingresso desses indivíduos. Assim, o corte de cipós favoreceu a dinâmica de sucessão secundária, diminuindo a concorrência por espaço, nutrientes e luz, o que proporciona importante desenvolvimento da regeneração natural e grande elevação da taxa de ingresso de novos indivíduos no estrato arbóreo. pt_BR
dc.description.abstract The objective of this work was to evaluate the succession dynamics, growth and production of a secondary dense ombrophylous forest, after vine cutting. The silvicultural treatment was performed to promote a rapid return of the forest to its primary conditions, or, at least, to shorten the time interval between two successive cutting cycles. Data were collected on an experiment established in 1989 measured every two years at the Vale do Rio Doce Natural Reserve, which is located between the municipalities of Linhares and Jaguaré, Espirito Santo, Brazil. Sampling was systematic, and all the individual trees with dbh < 5.0 cm were considered as pertaining to natural regeneration. The effects of the treatment upon floristic composition, species diversity, and natural regeneration structure were evaluated in each monitoring period. It was concluded that, for all the categories analysed, great positive variations occurred in the natural regeneration rates and in the increase of the basal area of these individuals during monitoring. This indicates that this forest compartment was most benefitted from the treatment, as well as, indirectly, the arboreal stratum, with the ingrowth of these individuals. Thus, vine cutting favoured the secondary succession dynamics, decreasing the competition for space, nutrients and light, allowing natural regeneration development and a great increase of the ingrowth rate of new individuals in the arboreal stratum. pt_BR
dc.format 9 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Sociedade de Investigações Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Revista Árvore:v.26,n.4;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.title Dinâmica da regeneração natural em uma floresta ombrófila densa secundária, após corte de cipós, reserva natural da companhia Vale do Rio Doce S.A., estado do Espírito Santo, Brasil pt_BR
dc.title Natural regeneration dynamics of a secondary dense ombrophylous forest, after vine cutting at Vale do Rio Doce S.A. natural reserve in Espírito Santo, Brazil pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Arvore_v26_n4_p411-419_2002.pdf 308.2Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account