Biblioteca Florestal
Digital

Qualidade da informação de um equipamento de silvicultura de precisão na adubação e subsolagem

Show simple item record

dc.contributor.advisor Paiva, Haroldo Nogueira de
dc.contributor.author Araújo, Tiago Guilherme de
dc.date.accessioned 2014-11-10T11:10:20Z
dc.date.available 2014-11-10T11:10:20Z
dc.date.issued 2014-05-26
dc.identifier.citation ARAÚJO, T. G. Qualidade da informação de um equipamento de silvicultura de precisão na adubação e subsolagem. 2014. 26 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2014. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/12590
dc.description Trabalho de Conclusão de Curso defendido na Universidade Federal de Viçosa pt_BR
dc.description.abstract As buscas por ganho em rendimento e qualidade nas atividades florestais são de extrema importância para tornar as empresas mais competitivas, nesse sentido as técnicas de silvicultura de precisão estão cada vez mais desenvolvidas. Com o intuito de obter ganhos técnicos e operacionais na atividade de adubação via subsolagem testou-se um equipamento de silvicultura de precisão (ESP) por 60 dias na região de Belo Oriente-MG. Esse equipamento é um controlador eletrônico e hidráulico de aplicação de insumos. O estudo com equipamento de silvicultura de precisão na adubação via subsolagem teve como objetivo avaliar a eficiência desse equipamento na adubação via subsolagem. Avaliando a qualidade da informação que o equipamento gera sobre a dosagem aplicada, a profundidade da subsolagem, e ainda, avaliando a possibilidade de ganho operacional com a redução do tempo de regulagem de implementos. Observou-se que o ESP proporciona uma operação com maior qualidade, onde o desvio médio da dosagem foi de 3,33 % em relação ao recomendado e o desvio médio na profundidade de operação foi de 3,76 %, atendendo às expectativas da empresa. Com o equipamento de silvicultura de precisão pode-se conseguir um ganho de horas disponível para operação de 0,75 horas por dia pelo fato da calibração ser mais rápida. Ao fim de um ano essa diferença de tempo permite dizer que um mesmo conjunto máquina/implemento subsolará 80,51 hectares a mais, se estiver equipado com ESP. Outra vantagem observada é o controle do fluxo de insumo, mantendo a aplicação homogênea independente da velocidade de deslocamento do implemento, com o georreferenciamento da área trabalhada, gerando mapas e tabelas que facilitam a gestão da operação e elimina a necessidade de retorno na área para medir manualmente a área trabalhada. Com os devidos ajustes operacionais, treinamento dos envolvidos e insumos de qualidade, o ESP mostrou ser uma ferramenta com alto potencial de sucesso para a inovação da atividade de adubação via subsolagem. pt_BR
dc.format 26 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Viçosa pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Solos e nutrição florestal pt_BR
dc.title Qualidade da informação de um equipamento de silvicultura de precisão na adubação e subsolagem pt_BR
dc.type TCC pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
Monografia_Tiago Guilherme de Araujo.pdf 378.2Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Monografia

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account