Biblioteca Florestal
Digital

Análise comparativa das propriedades físicas e mecânicas da madeira de três coníferas de florestas plantadas

Show simple item record

dc.contributor.author Santini, Elio José
dc.contributor.author Haselein, Clóvis Roberto
dc.contributor.author Gatto, Darci Alberto
dc.date.accessioned 2014-10-23T10:30:36Z
dc.date.available 2014-10-23T10:30:36Z
dc.date.issued 2000
dc.identifier.citation SANTINI, E. J.; HASELEIN, C. R.; GATTO, D. A. Análise comparativa das propriedades físicas e mecânicas da madeira de três coníferas de florestas plantadas. Ciência Florestal, Santa Maria, v.10, n.1, p.85-93. 2000. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/12131
dc.description.abstract Madeiras provenientes de florestas plantadas de Araucaria angustifolia, Pinus elliottii e Pinus taeda submetidas a, pelo menos, um desbaste, foram testadas com o objetivo de comparar suas propriedades físicas e mecânicas. Cinco árvores de cada espécie, obtidas de talhões, previamente, selecionados, foram coletadas, transformadas em toretes e pranchões para posterior confecção, condicionamento e ensaio dos corpos de prova segundo as recomendações da norma ASTM. Embora a resistência média da Araucaria tenha sido ligeiramente superior às duas espécies de Pinus, diferenças significativas foram encontradas apenas nos testes de flexão estática (módulo de elasticidade e tensão no limite proporcional), compressão axial (tensão no limite proporcional, módulo de ruptura e de elasticidade) e dureza axial. Entre as espécies de Pinus, não foram dectadas diferenças nas propriedades, exceto em tração normal às fibras em que a resistência da madeira de P. taeda foi maior que as demais. Com relação à massa específica básica e coeficiente de contração, nenhuma diferença significante foi observada entre as espécies estudadas. pt_BR
dc.description.abstract Woods from plantation stands of parana, slash and loblolly pines, thinned at least once, were tested with the objective of comparing physical and mechanical properties. Five threes from each specie were harvested from selected stands. The stems were bucked into logs and then transported to the sawmill cooperating in this study. The logs were processed into planks, which were air seasoned, and then cut into pieces according to ASTM standards. Although the average strength of parana pine was slightly larger than the two other pines, significant differences were found only in the tests of static bending (modulus of elasticity and tension at the proportional limit), compression parallel to the grain (maximum crushing strength, modulus of elasticity and tension at the proportional limit) and hardness (cross-section). The properties were not different for slash and loblolly pines, except in tension perpendicular to the grain, where the strength of loblolly pine was higher than the others. No differences were found for specific gravity and shrinkage among the species. pt_BR
dc.format 9 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Santa Maria pt_BR
dc.relation.ispartofseries Ciência Florestal:v.10,n.1;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Propriedades físico-mecânicas da madeira pt_BR
dc.title Análise comparativa das propriedades físicas e mecânicas da madeira de três coníferas de florestas plantadas pt_BR
dc.title Comparative analysis of physical and mechanical properties of wood from three plantation softwoods pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
Ciência_Florestal_v10_n1_p85-93_2000.pdf 53.15Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Periódico

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account