Biblioteca Florestal
Digital

Produção madeireira na região da quarta colônia de imigração italiana do Rio Grande do Sul

Show simple item record

dc.contributor.author Gatto, Darci Alberto
dc.contributor.author Santini, Elio José
dc.contributor.author Haselein, Clovis Roberto
dc.contributor.author Durlo, Miguel Antão
dc.contributor.author Calegari, Leandro
dc.date.accessioned 2014-10-09T14:18:05Z
dc.date.available 2014-10-09T14:18:05Z
dc.date.issued 2005
dc.identifier.citation GATTO, D. A. et al. Produção madeireira na região da quarta colônia de imigração italiana do Rio Grande do Sul. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 15, n. 2, p. 177-189. 2005. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/11894
dc.description.abstract Este estudo foi conduzido com o objetivo de quantificar a produção madeireira na região da Quarta Colônia de Imigração Italiana do Rio Grande do Sul. Primeiramente, por meio de um questionário fez-se um censo das empresas consumidoras de madeira da região, inventariou-se, sobretudo, a quantidade, tipo, procedência da matéria-prima consumida, e a quantidade, tipo e destino da produção madeireira. Como principais resultados, verificou-se que a região da Quarta Colônia apresenta 77 empresas consumidoras e transformadoras de madeira. Estas foram classificadas em micro e pequenas empresas, com características e capital familiar, com baixa industrialização. Nas visitas feitas às indústrias, ficou evidente que muitos aspectos tecnológicos não são conhecidos ou são negligenciados, resultando em mau aproveitamento da matéria-prima e/ou na baixa qualidade dos produtos finais. Constatou-se que uma grande quantidade de matéria-prima (96,8% das tábuas e 98,9% das pranchas) provêm de outras regiões do Estado ou do País. Da mesma forma, os principais produtos são vendidos para fora da região (esquadrias 86,3%, lambris 99,7% e madeira serrada 53%). pt_BR
dc.description.abstract This study was conducted with the objective of quantifying the production of wood in the Area of the Fourth Colony of Italian Immigration in Rio Grande do Sul. Firstly, using a questionnaire, a census of the consuming companies of wood in that area was made, investigating mainly the amount, type, origin of the consumed raw material, and the amount, type and end use of wood products. As principal results, it was verified that such area presents 77 consuming companies and wood processing units. These were classified into micro and small companies, with familiar features and capital, and low industrialization. In the visits made to the industries, it was evident that many technological aspects are not known or are neglected, thus causing loss of the raw material and/or in low quality of the final products. A great amount of raw material (96,8% of the boards and 98,9% of the timber) comes from other areas of the State or the country. In the same way the main products are sold abroad (wood frames 86,3%, panelings 99,7%, sawed wood 53%). Key words: Fourth Colony; industry of the wood; wood production. pt_BR
dc.format 13 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Santa Maria pt_BR
dc.relation.ispartofseries Ciência Florestal:v.15,n.2;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Dendrometria e mensuração florestal pt_BR
dc.title Produção madeireira na região da quarta colônia de imigração italiana do Rio Grande do Sul pt_BR
dc.title Wood production at the region of the fourth colony of italian immigration of Rio Grande do Sul state pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
Ciência_Florestal_v15_n2_p177-189_2005.pdf 237.0Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Periódico

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account