Biblioteca Florestal
Digital

Processo de implementação da certificação florestal nas empresas moveleiras nacionais

Show simple item record

dc.contributor.author Jacovine, Laércio Antônio Gonçalves
dc.contributor.author Alves, Ricardo Ribeiro
dc.contributor.author Valverde, Sebastião Renato
dc.contributor.author Silva, Márcio Lopes da
dc.contributor.author Nardelli, Áurea Maria Brandi
dc.contributor.author Souza, Amaury Paulo de
dc.date.accessioned 2014-10-09T11:52:26Z
dc.date.available 2014-10-09T11:52:26Z
dc.date.issued 2006
dc.identifier.citation JACOVINE, L. A. G. et al. Processo de implementação da certificação florestal nas empresas moveleiras nacionais. Revista Árvore, Viçosa, v. 30, n. 6, p. 961-968, 2006. pt_BR
dc.identifier.issn 1806-9088
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/11872
dc.description.abstract O presente estudo foi desenvolvido com o objetivo de avaliar o processo de implementação da certificação florestal nas empresas moveleiras nacionais. Para a realização deste estudo, utilizaram-se dados secundários, obtidos do website do Conselho de Manejo Florestal (FSC) do Brasil e dados primários, obtidos de questionários aplicado às empresas moveleiras que possuíam produtos certificados. Verificou-se que o tempo gasto no processo, na maioria dos casos, foi de menos de um ano, e os custos principais estiveram relacionados à preparação da empresa para a auditoria de certificação. Além disso, a maioria das empresas afirmou utilizar a logomarca FSC nos seus produtos certificados e não possuíam experiência com outros tipos de certificação (série ISO, por exemplo). Pelos resultados, pode-se concluir que o período de tempo gasto na implementação da certificação é considerado breve, além de os custos serem acessíveis para as empresas, no geral. Conclui- se, também, que possuir outro tipo de certificação não é fator determinante para que uma empresa da indústria moveleira busque a certificação de cadeia de custódia de seus produtos. pt_BR
dc.description.abstract The objective of the present study was to evaluate the process of implementation of forest certification in Brazilian furniture companies. Secondary data from the Forest Management Council website (FSC Brazil) and primary data from questionnaires applied to furniture companies producing certified products were used. It was verified that the time spent on the process, in most cases, was less than one year, and the main costs were related with preparing the company for the certification audit. In addition, most companies declared that they use the FSC label in their products and have no experience with other types of certification (ISO series, for example). The results led to the conclusiom that the time spent in the implementation of the certification is considered short and the costs reasonable. The study also concludes that another type of certification is not a determinant factor for a furniture industry to apply for the chain-of-custody certification of its products. pt_BR
dc.format 8 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Sociedade de Investigações Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Revista Árvore:v.30,n.6;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Política e legislação florestal pt_BR
dc.title Processo de implementação da certificação florestal nas empresas moveleiras nacionais pt_BR
dc.title Process of implementation of forest certification in national furniture companies pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Arvore_v30_n6_p961-968_2006.pdf 307.6Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account