Biblioteca Florestal
Digital

Recursos florestais no assentamento 12 de outubro (Horto Vergel), Mogi-Mirim, SP

Show simple item record

dc.contributor.author Miranda, Livia Atauri
dc.contributor.author Carmo, Maristela Simões do
dc.date.accessioned 2014-10-09T11:35:16Z
dc.date.available 2014-10-09T11:35:16Z
dc.date.issued 2009
dc.identifier.citation MIRANDA, L. A.; CARMO, M. S. Recursos florestais no assentamento 12 de outubro (Horto Vergel), Mogi-Mirim, SP. Revista Árvore, Viçosa, v. 33, n. 6, p. 1085-1093, 2009. pt_BR
dc.identifier.issn 1806-9088
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/11868
dc.description.abstract Este trabalho objetivou contribuir para a caracterização dos usos de recursos florestais tomando como estudo de caso o assentamento Horto Vergel em Mogi-Mirim, Estado de São Paulo. A metodologia utilizou como ferramenta de coleta de dados entrevistas semiestruturadas com os agricultores assentados, além da observação direta no campo. Os agricultores entrevistados foram aleatoriamente amostrados, representando 42,63% da população total do assentamento. Os resultados indicaram que a grande maioria dos agricultores do assentamento 12 de outubro (81,4%) utilizava recursos florestais em alguma escala, porém eles não o faziam de forma adequada, o que poderá levar à exaustão desses recursos em médio prazo. Tais recursos são mobilizados para a produção de carvão, madeira, venda de tocos de eucalipto, produção de óleo essencial e muito pouco de atividades apicultoras e coleta de sementes para produção de mudas. Os recursos florestais, de modo geral, entre as possibilidades estratégicas, ainda são vistos como secundários e coadjuvantes, ou até antagônicos, para se atingirem os objetivos de permanência no lote. pt_BR
dc.description.abstract The present work aims to contribute to the characterization of forest resource use in rural settlements, taking as the case of study the settlement Horto Vergel in Mogi-Mirim, São Paulo State. For data collection, partially structured interviews were used, along with direct observation in the field. The farmers interviewed were randomly sampled and represented 42,63% from the total population of the settlement. The results obtained indicated that most farmers interviewed in the Settlement “12 de Outubro” (81,4%) use forestry resources on some scale, but not in a proper way, which can lead to the depletion of these resources in a medium term. Such resources are used for coal and wood production, as well the selling of eucalyptus stumps, essential oil production from leaves, incipient beekeeping activities and seed collection for tree seedling production. In general, forest resources are seen as secondary and supporting, or even antagonist elements for abidance in the land. pt_BR
dc.format 9 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Sociedade de Investigações Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Revista Árvore:v.33,n.6;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Extensão florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Gestão ambiental pt_BR
dc.title Recursos florestais no assentamento 12 de outubro (Horto Vergel), Mogi-Mirim, SP pt_BR
dc.title Forestry resources at the settlement “12 de outubro” (Horto Vergel), Mogi Mirim, SP pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Arvore_v33_n6_p1085-1093_2009.pdf 275.2Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account