Biblioteca Florestal
Digital

As exportações brasileiras de manufaturados de madeira

Show simple item record

dc.contributor.author Calderon, Rafael de Azevedo
dc.contributor.author Ângelo, Humberto
dc.date.accessioned 2014-10-02T14:00:09Z
dc.date.available 2014-10-02T14:00:09Z
dc.date.issued 2006
dc.identifier.citation CALDERON, R. A.; ÂNGELO, H. As exportações brasileiras de manufaturados de madeira. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 16, n. 1, p. 99-105. 2006. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/11762
dc.description.abstract O presente trabalho trata das exportações brasileiras de madeira serrada de não coníferas, laminados e compensados durante o período de 1961 a 2002. Os dados referentes aos três produtos estudados foram agregados pelo método de Fisher para que pudesse ser feita uma avaliação econométrica do mercado dos três produtos. Foram especificados modelos de oferta e demanda das exportações brasileiras e estas estimados pelo método de Mínimos Quadrados Ordinários (MQO). Os resultados foram satisfatórios e condizem com a literatura. A oferta de exportações apresentou uma resposta positiva em relação à remuneração do exportador, à produção, à utilização da capacidade instalada e à tendência, e negativo em relação à demanda interna. A demanda pelas exportações brasileiras foi positivamente influenciada pela renda mundial, índice de participação e tendência, e negativamente pelo preço relativo. A baixa elasticidade-preço da demanda encontrada pode ter implicações na conservação dos recursos florestais brasileiros, pois os exportadores poderão aumentar os preços, diminuir as quantidades e ainda terem um aumento das receitas. pt_BR
dc.description.abstract The present work deals with the Brazilian exports of sawnwood of non-coniferous, veneer sheets and plywood, from 1961 to 2002. The data regarding the three studied products, sawnwood of non- coniferous, veneer sheets and plywood, were joined through the method of Fisher so that an econometric evaluation of the market of the three products could be carried out. Supply and demand models of the Brazilian exports were specified. The results were satisfactory and they match with the literature. The supply of exports presented a positive answer in relation to the exporter's remuneration, to the production, to the use of the installed capacity (cycles of domestic economical activity) and to the tendency, and negative in relation to the internal demand. The demand for the Brazilian exports was influenced positively by the world income, participation index and tendency, and negatively for the relative price. The low elasticity-price of the found demand can have implications in the conservation of the Brazilian forest resources because the exporters can increase the prices, reduce the amounts and still increase the incomes. pt_BR
dc.format 7 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Santa Maria pt_BR
dc.relation.ispartofseries Ciência Florestal:v.16,n.1;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Economia e otimização florestal pt_BR
dc.title As exportações brasileiras de manufaturados de madeira pt_BR
dc.title Brazilian exports of manufactured wood pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
Ciência_Florestal_v16_n1_p99-105_2006.pdf 158.0Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Periódico

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account