Biblioteca Florestal
Digital

Composição florística de um trecho de cerradão e cerrado sensu stricto e sua relação com o solo na Floresta Nacional (FLONA) de Paraopeba, MG, Brasil

Show simple item record

dc.contributor.author Campos, Érica Pereira de
dc.contributor.author Duarte, Temilze Gomes
dc.contributor.author Neri, Andreza Viana
dc.contributor.author Silva, Alexandre Francisco da
dc.contributor.author Meira-Neto, João Augusto Alves
dc.contributor.author Valente, Gilmar Edilberto
dc.date.accessioned 2014-09-24T14:55:23Z
dc.date.available 2014-09-24T14:55:23Z
dc.date.issued 2006
dc.identifier.citation CAMPOS, É. P. et al. Composição florística de um trecho de cerradão e cerrado sensu stricto e sua relação com o solo na Floresta Nacional (Flona) de Paraopeba, MG, Brasil. Revista Árvore, Viçosa, v. 30, n. 2, p. 471-479, 2006. pt_BR
dc.identifier.issn 1806-9088
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/11487
dc.description.abstract O presente trabalho foi realizado na FLONA de Paraopeba, MG, e teve como objetivo o levantamento florístico das fanerófitas, ao longo de um gradiente de cerradão e cerrado sensu stricto, em uma área de 2.600 m2. Foram encontradas 91 espécies, pertencentes a 71 gêneros de 41 famílias. As famílias mais representativas foram Leguminosae, Myrtaceae, Malpighiaceae, Vochysiaceae, Rubiaceae e Melastomataceae. Os gêneros Miconia, Myrcia, Erythroxylum e Qualea foram os mais ricos. Magonia pubescens destacou-se em número de indivíduos. A similaridade florística mostrou a separação das parcelas em dois grupos, em que o primeiro apresentou um nível de similaridade de cerca de 45%, e o segundo foi dividido em dois grandes subgrupos, sendo que o primeiro mostrou nível de similaridade de cerca de 38%, enquanto as demais parcelas não formaram grupos definidos. A ordenação das espécies pela análise de correspondência canônica sugeriu que Magonia pubescens, Bauhina holophylla e Terminalia brasiliensis tenderam a ser mais abundantes nas áreas com valores mais altos de pH, Ca, Mg e H+Al. A variação não explicada das demais espécies pode estar associada a outras variáveis não analisadas, além de um complexo conjunto de fatores que estão envolvidos na determinação da composição da vegetação. pt_BR
dc.description.abstract The objective of this work was to carry out the floristic survey of phanerophytes along a gradient of “cerrado sensu stricto ” and “cerradão” in an area of 2,600m2 in the FLONA (Floesta Nacional – National Forest) of Paraopeba, MG, Brazil. A total of 91 species pertaining to 71 genera and 41 families were found. The most representative families were Leguminosae, Myrtaceae, Malpighiaceae, Vochysiaceae, Rubiaceae and Melastomataceae. Miconia, Myrcia, Erythroxylum and Qualea were the richest genera. Magonia pubescens was outstanding in number of individuals. The floristic similarity showed the separation of the plots in two groups, the first one showed a similarity level around 45%, and the second group was divided into two large groups, the first one showed a similarity level around 38% and the remaining plots did not form definite groups. The species ordination by canonical correspondence analysis suggests that Magonia pubescens, Bauhinia holophylla and Terminalia brasiliensis tended to be most abundant species in areas with higher values of pH, Mg, H+Al. The non-explained variation for the other species could be associated to other non-analyzed variables as well as to a complex set of factors that are involved in the vegetation composition determination. pt_BR
dc.format 9 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Sociedade de Investigações Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Revista Árvore:v.30,n.2;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Dendrologia e fitossociologia pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.title Composição florística de um trecho de cerradão e cerrado sensu stricto e sua relação com o solo na Floresta Nacional (FLONA) de Paraopeba, MG, Brasil pt_BR
dc.title Floristic composition of a stretch of “cerrado” sensu stricto and “cerradão” and its relation with soil in the ‘Floresta Nacional’ (FLONA) of Paraopeba, Mg pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Arvore_v30_n3_p471-479_2006.pdf 476.0Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account