Biblioteca Florestal
Digital

Comparação entre videografia e fotografia aérea para diagnóstico da vegetação em ambiente urbano de Piracicaba, SP

Show simple item record

dc.contributor.author Alvarez, Ivan André
dc.contributor.author Silva Filho, Demóstenes Ferreira da
dc.contributor.author Couto, Hilton Thadeu Zarate do
dc.contributor.author Polizel, Jefferson Lordello
dc.date.accessioned 2014-09-22T19:57:50Z
dc.date.available 2014-09-22T19:57:50Z
dc.date.issued 2010
dc.identifier.citation ALVAREZ, I. A. et al. Comparação entre videografia e fotografia aérea para diagnóstico da vegetação em ambiente urbano de Piracicaba, SP. Revista Árvore, Viçosa, v. 34, n. 4, p. 691-698, 2010. pt_BR
dc.identifier.issn 1806-9088
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/11304
dc.description.abstract No planejamento urbano, um bom diagnóstico da presença de vegetação serve como subsídio na elaboração de um plano de ação para implantar espaços verdes e administrar a cobertura arbórea existente. Este estudo compara a eficiência das técnicas de videografia e fotografia aérea para caracterizar vegetação urbana por meio do Índice de Cobertura Vegetal em Áreas Urbanas (ICVAU) e do Índice de Verde por Habitante (IVH). O local do estudo situa-se na cidade de Piracicaba, Estado de São Paulo, Brasil. Para validar os métodos, foram utilizados Exatidão Geral e Índice de Kappa. A Exatidão Global foi de 88% para a fotografia aérea e de 93% para a videografia, enquanto que o Índice de Kappa foi acima de 85%, para as duas técnicas. Esses valores mostraram que caracterização da vegetação urbana foi feita de maneira coerente com a realidade, tanto para fotografia aérea, como para videografia. Os valores obtidos foram: ICVAU = 18,41% (fotografia aérea) e 16,48% (videografia); IVH = 116,93m2/hab (fotografia aérea) e 65,21 m2/hab (videografia). O ICVAU e o IVH mostraram que essa é uma área com uma porcentagem razoável de verde. A videografia foi mais eficiente para calcular o (ICVAU) e o (IVH) que a fotografia aérea. A videografia também foi o método mais adequado para avaliação para o estudo de árvores de calçadas. pt_BR
dc.description.abstract In urban planning, a good diagnosis of the presence of vegetation serves as a basis to draw up a plan of action to implant green spaces and manage the existing tree cover. This study obtained the plant cover by Urban Areas Index (PCUAI) and by Greenery per Inhabitant Index (GII). Videography was compared to aerial photography of the same area in the city of Piracicaba, São Paulo State, Brazil, by means of the General Exactness and Kappa Index obtained by SIG programs. The values obtained were: PCUAI = 18.41% (aerial photography) and 16.48% (videography); GII = 116.93m2/inhab (aerial photography) and 65.21 m2/inhab (videography). The PCUAI and GII showed that the studied area had a reasonable percentage of greenery. Videography was shown to be viable as an alternative means of obtaining plant cover data, especially sidewalk trees cover. pt_BR
dc.format 8 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Sociedade de Investigações Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Revista Árvore:v.34,n.4;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Geoprocessamento e sensoriamento remoto pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Planejamento paisagístico pt_BR
dc.title Comparação entre videografia e fotografia aérea para diagnóstico da vegetação em ambiente urbano de Piracicaba, SP pt_BR
dc.title Comparison between video and photographic air for diagnosis of vegetation in the urban environment Piracicaba, SP pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Arvore_v34_n4_p691-698_2010.pdf 343.4Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account