Biblioteca Florestal
Digital

Combinação linear ponderada na definição de áreas prioritárias à conectividade entre fragmentos florestais em ambiente SIG

Show simple item record

dc.contributor.author Sartori, Anderson Antônio da Conceição
dc.contributor.author Silva, Ramon Felipe Bicudo da
dc.contributor.author Zimback, Célia Regina Lopes
dc.date.accessioned 2014-09-17T16:33:39Z
dc.date.available 2014-09-17T16:33:39Z
dc.date.issued 2012
dc.identifier.citation SARTORI, A. A. C; SILVA, R. F. B; ZIMBACK, C. R. L. Combinação linear ponderada na definição de áreas prioritárias à conectividade entre fragmentos florestais em ambiente SIG. Revista Árvore, Viçosa, v. 36, n. 06, p. 1079-1090. 2012. pt_BR
dc.identifier.issn 1806-9088
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/11096
dc.description.abstract A fragmentação florestal de origem antrópica é um dos resultados do processo desordenado de uso e ocupação do solo, especialmente em paisagens intensamente cultivadas. Neste contexto, o presente trabalho objetivou definir áreas prioritárias, para favorecer a conectividade entre os fragmentos florestais, visando ações de recuperação florestal na Bacia do Rio Pardo, SP, utilizando a abordagem multicriterial denominada Combinação Linear Ponderada.Na definição dos critérios e, posteriormente, dos pesos de fatores, empregou-se a Técnica Participatória. Os fatores considerados importantes ao objetivo do trabalho foram: proximidade entre fragmentos de maior área nuclear, proximidade da cobertura florestal, proximidade da rede hidrográfica, distância aos centros urbanos, declividade, erodibilidade do solo. Considerando que as variáveis que interferem na escolha de áreas prioritárias à restauração florestal na Bacia do Rio Pardo-SP contribuem com pesos diferenciados no processo final de decisão, estabeleceu-se uma hierarquia, de acordo com a importância de cada fator para a aptidão da área. O fator de maior peso foi proximidade entre fragmentos de maior área nuclear (0,3713), seguido de proximidade da cobertura florestal (0,1911), proximidade da rede hidrográfica (0,1516), distância aos centros urbanos (0,1168), declividade (0,0840) e erodibilidade (0,0854).O resultado obtido foi um mapa de áreas prioritárias, com cinco graus de prioridade. A priorização de áreas ocorreu de maneira a promover, primeiro a união dos fragmentos de floresta com maior área nuclear e, a partir dessa união, a sucessiva expansão dessas regiões de prioridade muito alta tendendo a muito baixa. A metodologia mostrou-se adequada ao mapeamento de áreas prioritárias à restauração florestal, em bacias hidrográficas. Uma vez que fragmentos com maiores áreas nucleares sejam conectados com fragmentos pequenos, onde estes são predominantes na paisagem, estes promoverão a formação de fragmentos maiores a partir da formação de corredores florestais e da recomposição da vegetação. pt_BR
dc.description.abstract Forest fragmentation of anthropogenic origin is one of the results promoted by the disorderly process of the land use and land cover, especially in intensively cultivated landscapes. In this context, this study aimed to define priority areas to facilitate connectivity among forest fragments, seeking forest recovery actions in the Pardo River Basin, SP, using the multicriteria approach (Weighted Linear Combination). The Participator Technique was used to define the criteria and the weights of the factors. The factors considered important to the objective of this study were the following: proximity between the fragments with greater nuclear areas, proximity to forest cover, proximity of the river system, distance to urban centers, slope, erodibility of soil. Whereas the variables that influence the selection of priority areas for forest restoration in the Pardo River Basin, SP contribute with different weights in the final decision process, a hierarchy according to the importance of each factor to the fitness area was established. The major factor was proximity among fragments of the largest nuclear area (0.3713), followed by proximity to forest cover (0.1911), proximity to the river system (0.1516), distance to urban centers (.1168) , slope (0.0840) and erodibility (0.0854). The result was a map of priority areas, with five classes of priority. The priority areas occurred in order to promote the first union of forest patches with greater nuclear area, and from this union, the successive expansion of these regions of very high priority tending to very low. The methodology was adequate to the mapping of priority areas for restoration in watersheds. Fragments with bigger nuclear areas, connected with small fragments where they are predominant in the landscape, promoting the formation of larger fragments from the formation of forest corridors and recompositon of vegetation. pt_BR
dc.format 12 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Sociedade de Investigações Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Revista Árvore:v.36,n.6;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Manejo de bacias hidrográficas pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.title Combinação linear ponderada na definição de áreas prioritárias à conectividade entre fragmentos florestais em ambiente SIG pt_BR
dc.title Weighted linear combinationof a GIS environment in the definition of priority areas for connectivity among forest fragments pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
Revista_Árvore_v36_n6_p1079-1090_2012.pdf 1.399Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Artigo

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account