Biblioteca Florestal
Digital

Nucleação: concepção biocêntrica para a restauração ecológica

Show simple item record

dc.contributor.author Reis, Ademir
dc.contributor.author Bechara, Fernando Campanhã
dc.contributor.author Tres, Deisy Regina
dc.contributor.author Trentin, Bruna Elisa
dc.date.accessioned 2014-09-09T12:27:52Z
dc.date.available 2014-09-09T12:27:52Z
dc.date.issued 2014-04
dc.identifier.citation REIS, A. et al. Nucleação: concepção biocêntrica para a restauração ecológica. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 24, n. 2, p. 509-519, abr./jun. 2014. pt_BR
dc.identifier.issn 0103-9954
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/10779
dc.description.abstract O conflito homem vs. natureza será uma nova síntese para processos de restauração? Quais modelos e técnicas usam-se para entender e fazer restauração? Quai as implicações que decorrem da escolha de um paradigma para o processo de restauração? Para o desenvolvimento da raça humana sobre o planeta Terra houve a necessidade de drásticas mudanças nas paisagens, estrutura e funcionalidade dos ecossistemas. Técnicas de produtividade foram responsáveis para a manutenção da sociedade, mas no mínimo, não são as adequadas para os processos de restituição da natureza, pois restauração da biodiversidade não é sinônimo de produtividade. Uma nova tendência de restauradores prima por resgatar modelos de conservação da biofuncionalidade e resgate de interações entre organismos do sistema. A nucleação representa uma oportunidade de incorporar os princípios-chave da metáfora do “fluxo da natureza” à prática da restauração ecológica. A proposta do modelo de nucleação é biocêntrica: auxiliar a natureza em núcleos que recobrem em torno de 10 a 30% da área degradada e permitir que nos demais espaços seja restabelecida uma complexa rede de interações entre os organismos e uma heterogeneidade sucessional, nos quais o ecossistema poderá convergir para múltiplos pontos de equilíbrio no espaço e no tempo. pt_BR
dc.description.abstract Is the conflict of man versus nature a new synthesis for restoration processes? What models do we use to understand and apply restoration? What are the implications resulting from the choice of a paradigm for the restoration process? The development of the human race on Earth required drastic changes in the landscapes, structures and functionalities of the planet’s ecosystems. Techniques of productivity were responsible for the maintenance of the society, but those techniques do not serve to restitute nature, because the restoration of biodiversity is not a synonymous of productivity. A new tendency of restorers is to retrieve models of biofunctionality conservation and of interactions among the organisms of the system. Nucleation represents an opportunity to apply the key principles of the metaphor of the “flow of nature” to the practice of ecological restoration. The proposal of the nucleation model is biocentric, namely, to aid nature in nuclei covering about 10-30% of the degraded area, allowing a complex network of interactions between the organisms and a successional heterogeneity to be reestablished in the remaining space, where the ecosystem can converge towards multiple points of equilibrium in space and time. pt_BR
dc.format 11 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Santa Maria pt_BR
dc.relation.ispartofseries Ciência Florestal:v.24,n.2;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Recuperação de áreas degradadas pt_BR
dc.title Nucleação: concepção biocêntrica para a restauração ecológica pt_BR
dc.title Nucleation: biocentric conception for the ecological restoration pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Ciência_Florestal_n24_v2_p509-519_2014.pdf 432.4Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account