Biblioteca Florestal
Digital

Native species indicated for degraded area recovery in western Paraná, Brazil

Show simple item record

dc.contributor.author Gris, Darlene
dc.contributor.author Temponi, Lívia Godinho
dc.contributor.author Marcon, Thaís Regina
dc.date.accessioned 2014-09-04T14:12:52Z
dc.date.available 2014-09-04T14:12:52Z
dc.date.issued 2012
dc.identifier.citation GRIS, D; TEMPONI, L. G; MARCON, T. R. Native species indicated for degraded area recovery in western Paraná, Brazil. Revista Árvore, Viçosa, v. 36, n. 01, p. 113-125, jan./fev. 2012. pt_BR
dc.identifier.issn 1806-9088
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/10685
dc.description.abstract Colonization in the State of Paraná has culminated in the devastation of large forest areas in the entire State. Degraded area recovery programs have emphasized the utilization of native species, but often the species indicated for local reforestation areas are unknown, as those areas are little known floristically. This study aimed to survey native species indicated for reforestation of areas in the Western region of the State of Paraná, classify those species as pioneer, secondary, or climactic, and indicate places of occurrence of matrices where seeds of those species could be collected. Bibliographic surveys in the specialized literature and research in the Herbarium Museu Botânico Municipal de Curitiba (MBM) and Herbarium of Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNOP) were conducted to identify potential species for degraded area recovery in the study of Western region of Paraná. In all, 115 species were selected, of which 22 are pioneer, 73 are secondary, and 20 are climactic. The bibliographic surveys suggests that pioneer species are the most indicated for the initial processes in the degraded areas recovery, while secondary and climactic species play a major role in area enrichment. pt_BR
dc.description.abstract A colonização no Estado do Paraná culminou na devastação de grandes áreas florestadas em todo o Estado. Os programas de restauração de áreas degradadas enfatizam a utilização de espécies nativas, mas, muitas vezes, não se conhecem as espécies indicadas para reflorestamentos locais, uma vez que essas áreas são pouco conhecidas floristicamente. Este trabalho teve como objetivo levantar as espécies nativas, classificando as como pioneiras, secundárias e climácicas, indicadas para o reflorestamento de áreas na região Oeste do Paraná, bem como apontar localidades de ocorrência das matrizes para a coleta de sementes dessas espécies. Foram realizadas pesquisas bibliográficas em literatura especializada e nos herbários Museu Botânico Municipal de Curitiba (MBM) e Herbário da Universidade Estadual, no Oeste do Paraná (UNOP), com o intuito de identificar as espécies potenciais para a recuperação de áreas degradadas na região Oeste do Paraná. Foram selecionadas 115 espécies, das quais 22 são pioneiras, 73 são secundárias e 20 são climácicas. A Revisão Bibliográfica sugere que as espécies pioneiras são as mais indicadas para os processos iniciais na recuperação de áreas degradadas, enquanto as espécies secundárias e clímax têm papel principal no enriquecimento da área. pt_BR
dc.format 13 páginas pt_BR
dc.language.iso en pt_BR
dc.publisher Sociedade de Investigações Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Revista Árvore:v.36,n.1;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Florestamento e reflorestamento pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Recuperação de áreas degradadas pt_BR
dc.title Native species indicated for degraded area recovery in western Paraná, Brazil pt_BR
dc.title Espécies nativas indicadas para recuperação de áreas degradadas no oeste do Paraná pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
Revista_Arvore_v36_n1_p113-125_2012.pdf 268.1Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Artigo

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account