Biblioteca Florestal
Digital

A riqueza e composição de formigas como indicadores dos efeitos do manejo florestal de baixo impacto em floresta tropical no Estado do Acre

Show simple item record

dc.contributor.author Miranda, Patricia Nakayama
dc.contributor.author Morato, Elder Ferreira
dc.contributor.author Oliveira, Marco Antonio
dc.contributor.author Delabie, Jacques Hubert Charles
dc.date.accessioned 2014-09-03T18:27:58Z
dc.date.available 2014-09-03T18:27:58Z
dc.date.issued 2013
dc.identifier.citation MIRANDA, P. N. et al. A riqueza e composição de formigas como indicadores dos efeitos do manejo florestal de baixo impacto em floresta tropical no Estado do Acre. Revista Árvore, Viçosa, v.37, n.1, p.163-173. 2013. pt_BR
dc.identifier.issn 1806-9088
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/10604
dc.description.abstract A sustentabilidade da extração madeireira seletiva depende de avaliações de impacto e monitoramento dos fatores abióticos, vegetação e fauna. Os objetivos deste trabalho foram estimar e comparar a riqueza e composição de formigas em área de manejo florestal sustentável de baixo impacto, no Projeto de Assentamento Chico Mendes, no Acre. As coletas foram realizadas com armadilhas pitfall e extrator de Winkler, em 30 parcelas de 10 x 10 m. As parcelas foram igualmente distribuídas em três tratamentos: (1) manejo - base de árvores exploradas em 2007; (2) queda natural - base de árvores caídas naturalmente em área não manejada; e (3) controle - parcela sem queda de árvore na mesma área não manejada. Para a caracterização da vegetação, foram tomadas medidas das variáveis: densidade arbórea e arbustiva, área basal arbórea e de árvores caídas, espessura de serapilheira e cobertura de dossel. A densidade arbórea foi significantemente maior no tratamento controle que no manejo. Diferenças significativas foram encontradas em cobertura de dossel entre os tratamentos controle e manejo e controle e queda natural. Foram coletadas 88 espécies de formigas, distribuídas em sete subfamílias. Não houve diferença na riqueza de espécies entre os tratamentos. Embora menor similaridade tenha sido encontrada entre os tratamentos manejo e controle, não foram observadas grandes diferenças na composição entre eles. Esses resultados indicaram que, nessa área, a atividade de extração madeireira de baixo impacto não afetou a assembleia de formigas, portanto, funcionalmente, essa forma de manejo não acarretou alterações no ecossistema em relação aos serviços associados às formigas. pt_BR
dc.description.abstract The sustainability of selective logging depends on impact assessments and monitoring of abiotic factors, vegetation and fauna. In this study, the richness and composition of ants were estimated and compared in forest submitted to reduced-impact logging techniques in Acre, Brazil. Ants were collected with pitfall traps and Winkler extractor method, in 30 plots of 10 x 10 m. Plots were equally distributed in three treatments: (1) logged - base of trees explored in 2007, (2) natural fall - base of naturally fallen trees in unlogged forest (3) control - a plot without falling tree in the same unlogged forest. Variables such as shrub and tree density, basal area of trees and fallen trees, leaf litter thickness and canopy coverage were estimated to characterize the vegetation. Tree density was significantly higher in the control than in the logged treatments. Significant differences were found for canopy cover between control and logged treatments and control and natural fall treatments. A total of 88 ant species belonging to seven subfamilies were collected. Richness of ants did not differ among treatments. Although lower similarity was found between management and control treatments, there were no major differences in composition between them. These results indicate that for this area, the activity of low-impact logging did not affect the assembly of ants. Therefore, this type of management has not resulted in changes in the ecosystem in relation to services associated with ants. pt_BR
dc.format 12 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Sociedade de Investigações Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Revista Árvore:v.37,n.1;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Gestão ambiental pt_BR
dc.title A riqueza e composição de formigas como indicadores dos efeitos do manejo florestal de baixo impacto em floresta tropical no Estado do Acre pt_BR
dc.title Richness and composition of ants as indicators of the reduced impact logging in tropical forest in the State of Acre pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
Revista_Árvore_v37_n1_p163-173_2013.pdf 366.0Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Periódico

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account